<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

6.11.16

“Eleições” no Império 


Depois de amanhã vamos ficar a saber de quem é o dedo que se espeta na nossa cara: o do grunho Trump ou o da histérica Hillary. Qualquer deles vai ser a continuação da interferência imperialista nas soberanias dos nossos países. E isso é intolerável há dezenas de anos.

Espero que percam. Ambos!

posted by perplexo  # 22:20

Comments:
Para começar, o secretário geral da OTAN, Jens Stoltenberg, terá de ser despedido.

 
algumas das razões pelas quais Donald Trump é louco, perdão, é loucamente odiado pelo "establishment" do crime: https://www.youtube.com/watch?v=Pj3ZXCKWpOM

 
ganhou o Trump.
tanto fazia

:)
 
Compreendo não ser fácil assumir a verdade num mundo conduzido por serpentes
http://www.paulcraigroberts.org/2016/11/15/trumps-opponents-see-normal-americans-as-deplorables-paul-craig-roberts/
 
SÓ PARA FICAREM COM ALGUMA IDEIA DAS "NOVAS ENGENHARIAS SOCIAIS"
La dictadura sueca: Laboratorio del Nuevo Orden Mundial
https://adversariometapolitico.wordpress.com/2016/11/23/la-dictadura-sueca-laboratorio-del-nuevo-orden-mundial/

 
hummmm... excrementos, são nutrientes e úteis... que designação haveremos então de lhes dar a estes coisas?

"(...) Francia pidió el martes una reunión “inmediata” del Consejo de Seguridad de Naciones Unidas.

“Más ahora que nunca, necesitamos urgentemente poner en práctica medios para acabar con las hostilidades y permitir la entrada de ayuda humanitaria sin trabas”, dijo El ministro de Asuntos Exteriores francés, Jean-Marc Ayrault, en un comunicado.

Por su parte, el ministro de Exteriores alemán, Frank-Walter Steinmeier, que el lunes exigió en un comunicado una tregua inmediata en Alepo, advirtió que la toma completa de Alepo no determinará el curso de la guerra.

“Este conflicto no se decidirá por lo que pase en el este de Alepo”, señaló Steinmeier, para argumentar de seguido que varios países han invertido mucho ya en Siria. (...)"

https://adversariometapolitico.wordpress.com/2016/12/05/occidente-aterrorizado-ante-la-inminente-derrota-de-sus-rebeldes/

 
Aleppo has been fully cleansed of the Wahahbi-Takfiri plague.
http://mouqawamahmusic.net/mark-it-in-the-history-books-aleppo-has-been-liberated-the-zionist-conspiracy-against-syria-is-dead/
 
"la selección de su gabinete y de los principales asesores políticos es vital. Aquí ya podemos ver los contornos del elenco de personajes que han sido elegidos para completar la obra de teatro llamada Presidencia Trump y la nueva trama emergente para reconfigurar la estrategia de la única superpotencia."
Neste sentido é verdadeiro o comentário acima, "ganhou o Trump. tanto fazia".
mas não é assim tão essencial e não esqueçam; se não resolvem o problema desde dentro, cedo ou tarde "alguém" o fará de fora para projetar no grande circo algum sentido e uma profunda realidade...
só para entendidos
http://katehon.com/es/article/el-peligroso-engano-llamado-presidencia-trump
 
Quase toda a ação política desde à uns bons tempos tem-se feito assentar nas "novas engenharias sociais" e praticamente quase tudo se encadeia já, aquela que visa e conduz à uma suposta NOM (NWO), à instauração de um único governo mundial, de um mundo unipolar; um pequeno e ilustre exemplo sobre a Tolerancia Represiva Marcusiana e a dialética enquanto ferramenta ao serviço do engano ou de quem o manipula:
http://www.felipebotaya.com/2017/01/hay-palabras-malditas-y-peligrosas.html#more

 
verdadeiras questões de fundo referentes ao império e para que nunca digam não saberem.
"¿El ‘delito’ de Alicia Rubio? Alzarse contra el adoctrinamiento impuesto por la ideología de género en los colegios y su intromisión en los distintos ámbitos de la vida pública. En una entrevista concedida a La Gaceta el pasado mes de noviembre, esta profesora de Educación Física desenmascaraba la Ley Cifuentes y la doctrina LGTB, “un monstruo al que difícilmente vamos a parar si no lo identificamos con claridad”.

Los socialistas denuncian ahora que Alicia Rubio “insta a la desobediencia activa de leyes en vigor y ataca los derechos de mujeres y colectivos LGTBI”. Sin embargo, el mes de mayo del pasado año, el presidente de Castilla-La Mancha, Emiliano García Page, presidió la entrega de los VII Premios Internacionales de Traducción Rey Abdullah Bin Abdulaziz concedidos por Arabia Saudí -nación fundamentalista que vive bajo la ley islámica o sharia y en la que se organizan seminarios para dilucidar si las mujeres “son seres humanos o no”-."
todo o texto em: https://adversariometapolitico.wordpress.com/2017/01/17/el-psoe-censura-un-libro-por-machista-mientras-preside-premios-con-burka/

 
Russia apresenta provas de quem são os terroristas reais
https://www.youtube.com/watch?v=JZA3i8JlnZQ

 
http://defenderlapatria.com/adios,%20europa.%20el%20plan%20kalergi.pdf

 
As palavras do teólogo Joseph Farrel em sua entrevista ao Projecto Camelot sobre a Física das SS no III Reich:

“Dentro das SS há uma cultura ideológica que em lugar de dedicar-se ao progresso científico, o que estavam fazendo era forçar a ciência a conseguir esta física hiper-dimensional.
Isto é o que os alemães estavam fazendo. Quero enfatizar aqui a importância do porquê o Nazismo é o caldeirão ideológico de tudo isto: o nazismo havia deixado a un lado a física judaica, ou em outras palavras, a relatividade de Einstein. Incluso tinham dificuldades ideológicas com aspectos da mecânica cuântica porque a consideravam demasiado estatística, demasiado probabilística; não era o suficiente determinista para alguns ideólogos nazis. O que se deduz disto pela historia oficial é que na Alemanha Nazi houve un abandono do método científico que levou a física a um caminho sem saída.
Mas eu creio que se olharmos agora, 100 anos depois da ‘relatividade’ vemos precisamente que é a física (ou dogma da ciência moderna) que se encontra sem saída. É um dogma que se encontra encravado pela realidad.
O que em certo modo creio que fez o Nazismo foi liberar a sua gente para pensar ‘fora da caixa’. E todo esse ‘pensar fora da caixa’ teve lugar nas SS.”
"esse ‘pensar fora da caixa’" mesmo só para entendidos.

 
A estupidez político-científica norteamericana e "colaboradores" é já sem limites...
https://actualidad.rt.com/actualidad/229517-reloj-juicio-final-avanza-medianoche
https://actualidad.rt.com/viral/229553-cientificos-crear-quimera-humano-cerdo

 
ahahah! quem os nao conhecer que os compre!
"Globalismo: La ONU afirma que los derechos LGTB están por encima de los derechos religiosos"
http://elespiadigital.com/index.php/noticias/historico-de-noticias/16187-globalismo-la-onu-afirma-que-los-derechos-lgtb-estan-por-encima-de-los-derechos-religiosos

 
Esta creação é análoga à da imposição dum regime democrático no extremo Antártico em nome da segurança e estabilidade da região e do mundo, claro; em suma, são uns creativos ahahah! faz-se necessário algum humor
"Washington crea un centro para la guerra ideológica contra Moscú"
http://elespiadigital.com/index.php/noticias/historico-de-noticias/16202-washington-crea-un-centro-para-la-guerra-ideologica-contra-moscu

 
Conclusión

Creíamos que éramos dos y nos damos cuenta de que en realidad éramos tres: es la sensación que tuvieron que experimentar los poilus [n5] del 14-18 cuando comenzaron a amotinarse y a confraternizar con los desafortunados soldados prusianos de la trinchera de enfrente, descubriendo repentinamente que no tenían ninguna buena razón para luchar entre sí, y que si se estaban matando desde hace años era sólo porque un tercer actor en quien tenían confianza los había convencido para hacerlo. ¿Y cuando ellos mismos reflexionaron sobre el vértice superior del triángulo, esos patriotas valientes, totalmente manipulados por sus respectivos estados mayores, ellos mismos manipulados por los medios de comunicación de la época, remontaron la cadena causal hasta la parte superior? ¿Llegaron hasta los banqueros cosmopolitas y los “traficantes de armas”, antepasados del complejo militar-industrial, que Louis-Ferdinand Céline designó en sus panfletos como los verdaderos culpables de la masacre? Aunque en la época ciertos soldados llegaron a descifrar individualmente la situación general y la identidad de los verdaderos belicistas, la verdad histórica sobre el conflicto quedó excluida en los grandes medios de comunicación y por lo tanto estancada al nivel de una señal apenas perceptible. El resultado: la misma estructura conflictual triangulada, movilizando más o menos a los mismos actores, fue reproducida de manera idéntica entre 1939 y 1945 -¿por qué cambiar una fórmula ganadora?- Y esta vez, ¡hasta el mismo Céline cayó en la trampa! Con el fin de que no nos dejen atrapados a nuestra vez en nuevas masacres sin razones objetivas y orquestadas en las altas esferas, nos corresponde organizar masivamente una fuerza política colectiva capaz de desarrollar medidas contra la piratería. En particular, es indispensable democratizar la cultura de la inteligencia, la única forma de poner de relieve los diferentes anzuelos y conflictos triangulados que se nos han aplicado en Francia, en Oriente Medio, en Ucrania y en todas las partes donde el eje Washington/Tel Aviv se ensaña en provocar sus guerras, sus golpes de estado y sus ataques terroristas.
http://www.alertadigital.com/2017/03/17/ingenieria-social-del-conflicto-identitario/

 
Europa puede ver ahora que los creadores de los mitos del “fascismo europeo” y el “totalitarismo ruso” son un pequeño grupo de pervertidos.
https://adversariometapolitico.wordpress.com/2016/03/30/lgbt-soros-y-la-otan/

 
Amigo perplexo, poderia a qualquer momento e desde já se o achar justo adicionar na lista o esgar de Trump. o dos seus amos ficará para o final como quem cumpre uma vez mais com o antigo adágio: "o Final é igual ao Início". trata-se de uma só pestilência que aquele apenas reflete para que se dê a conhecer ao mundo, plenamente.
 
"Si los Assad y Bashar, en especial, fueran tan odiados por los sirios como dicen los medios sionistas, ¿cómo podrían entrar en las casas de los soldados de algunas de las partes más humildes de Siria y ser bienvenidos no sólo por respeto al Jefe de Estado, sino como amigos; como parientes; como hermanos; como seres queridos. Y si los Assad estuvieran “escondidos en su palacio” y “demasiado arrogantes para relacionarse con el pueblo”, ¿cómo podrían entrar en una región que todavía está en plena agonía de conflicto contra el flagelo takfiri respaldado por EEUU/sionismo/países del Golfo, y viajar alrededor completamente sin miedo? Y por último, si Assad es un “asesino de su propio pueblo”, ¿por qué los mejores y más valientes ciudadanos de Siria, es decir, sus fuertes y firmes soldados que realmente defienden al pueblo, lo aman tanto y están tan orgullosos de que él sea su líder? ¡¿Por qué?! Los medios sionistas no pueden responder a ninguna de estas preguntas porque toda su línea de hasbará tiene una base más fácil de desgarrar que el papel de seda por un tifón. Assad no es un “dictador”. Es un revolucionario orgánico inextricablemente ligado al pulso del pueblo de la República Árabe Siria y su lucha por la liberación."
https://adversariometapolitico.wordpress.com/2017/06/28/visita-del-presidente-assad-a-los-soldados-heridos-desmonta-propaganda-del-malvado-dictador/

 
Enviar um comentário

22.9.16

O Estado americano mata mais de 1000 cidadãos americanos anualmente 


http://br.rfi.fr/americas/20160102-policia-americana-matou-mais-de-1000-civis-em-2015


É preciso que a comunidade internacional faça alguma coisa.
No passado, noutros pontos do globo, uma coligação internacional bombardeou os agressores, na defesa legítima do povo, ameaçado pelos seus governantes. Talvez seja altura de serem desencadeadas ações de proteção do povo americano, massacrado pelos próprios governantes que o deviam defender.

Comments:
Assim será. Se não o fizerem de dentro, alguém o fará de fora pois já andam por todo o lado. Infelizmente não será a "Comunidade Internacional" pois essa coisa não existe.
Bastaria dar um só exemplo recente, o do ventríloquo John Kirby; que almas satânicas falarão através deste beduíno?
"Don’t you think that such ventriloquism about ‘body bags,’ ‘terrorist attacks in Russian cities’ and ‘loss of aircraft,’ sounds more like a ‘get ’em’ command, rather than a diplomatic comment?” Zakharova asked.
 
Ante la frustración de los estados vasallos como Francia, Alemania y Reino Unido, que no pueden inventar a su ciudadanía que las medidas tomadas en el campo interno e internacional son de beneficio verdadero para ella, se someten a establecer amenazas ordenadas y obligatorias, con fundamentos cercanos a la fantasía y el absurdo racional. Por ejemplo, pese a que Damasco y Moscú protegen a una población aproximada de 1,4 millones de personas, que viven en Alepo y son bombardeadas permanentemente por los 'terroristas clásicos y los moderados', algunos cancilleres europeos han aseverado que los bombardeos sirios y rusos contra los sectores controlados por los 'rebeldes moderados' (apoyados por ellos mismos en Alepo) podrían constituir crímenes de guerra y abogan por llevar esta situación ante la Corte Penal Internacional (CPI), olvidando el rol que cumplen sus propios órganos —Daesh y Al Qaeda— en el exterminio diario de civiles: las 284 víctimas utilizadas como escudos humanos y masacradas en Mosul son prueba irrefutable.
https://actualidad.rt.com/opinion/carlos-santa-maria/222170-rusia-eeuu-encuentra-aislado

 
verdadeiramente execrável.
https://adversariometapolitico.wordpress.com/2016/11/03/hillary-clinton-y-la-hermandad-musulmana/
 
The triade atachements of the Beast: Israhell, UK and USA.
https://www.rt.com/news/365327-russia-embassy-uk-protest/

 
Enviar um comentário

19.9.16

Ontem houve um hediondo ataque terrorista 


Já apanharam o terrorista americano que ontem fez explodir um engenho em Nova Iorque, provocando 59 feridos.

Ainda não apanharam o terrorista que ontem, ao serviço do exército americano, bombardeou uma unidade do exército regular da Síria, provocando 62 mortos. Nem se prevê que alguém se preocupe com isso.


Os meios de comunicação social do Império têm feito um grande alarido do primeiro incidente, mantendo uma quase mudez no caso do segundo morticínio. Por isso é que se percebe que trabalham para a propaganda do Império e não para informar as pessoas.

2.7.16

O terrorismo a que todos fecham os olhos 


Rodapé de um canal de notícias:


«EUA matam por lapso 116 pessoas em países onde não estão em guerra»

3.4.16

Um imenso campo de concentração 

«existem hoje mais de mil bases militares norte-americanas fora dos EUA, espalhadas por todo o planeta.» — revista Visão.

30.12.15

Estamos Banifados 


Por Francisco Moita Flores em 27.12.2015 no Correio da Manhã.

Os bancos não podem falir. Embora possam falir milhares de empresas, de famílias.

Os nossos governos são todos portadores do vírus da desculpa. Não há criatura que tome posse como primeiro-ministro que não garanta que todo o mal que se descobre na vida pública foi culpa do anterior governo. Só pode ser um vírus que anda por S. Bento. Agora, rebentou mais um escândalo bancário.

O Banif estoirou. Ou melhor, foi vendido. E aqui percebe-se que mais do que a culpa do anterior governo, que a tem, a surpresa perante as mesmas culpas, ou desculpas, o processo de resolução do caso Banif é exatamente igual para todos os governos. Foi com o PS de Teixeira dos Santos, no caso BPN, foi com a coligação de direita de Maria Luís Albuquerque, no caso BES, e, finalmente, agora com o PS recauchutado, de Mário Centeno, no caso que nos esmifra mais três mil milhões de euros. Aqui são todos iguais.

Os bancos não podem falir. Embora possam falir milhares de empresas, milhares de famílias, multiplicando o desemprego e a fome. Os pobres devem ficar mais pobres para que meia dúzia de facínoras salvem a pele de derrocadas de milhares de milhões de euros. Tudo se sujeita ao mando da troika e dos mercados. Corta-se na saúde, na educação, esmifram-se os professores, os funcionários públicos, os famintos dos recibos verdes, os sobreviventes do salário mínimo, mas a Banca, não!
Ler mais »

Comments:
Para complementar agora Vamos falar do "Plano Kalergi".
A estratégia:
http://inacreditavel.com.br/wp/o-plano-kalergi/
No terreno, só para exemplificar:
http://www.felipebotaya.com/2016/02/la-violacion-de-europa.html

 
Todas estas questões giram à volta do mesmo:
“(…)Los globalistas no son ni marxistas ni capitalistas. Son lo que les interesa ser en cada momento y lugar. Su fin justifica sus medios. Pueden defender el anti-racismo en España y al mismo tiempo el racismo en Israel. Las puertas abiertas a la inmigración en Europa y Estados Unidos y las puertas cerradas en Israel. Pueden querer ilegalizar a los “nazis” del NPD en Alemania mientras financian a nazis en Ucrania. Pueden apelar a la lucha contra el terrorismo islámico para justificar la invasión de Iraq mientras financian y arman a terroristas islámicos en Siria.
No nos engañemos. Detrás de este proyecto no está la extrema izquierda, aunque ella también colabore en el mismo, de manera seguramente inconsciente (sus bases) y de manera perfectamente consciente (sus líderes). Lo vemos en la invasión de “refugiados”. Los de Podemos, Izquierda Unida, Compromís y las CUP pueden hacer sus actos públicos y poner sus pancartas de wellcome refugees, pero son Angela Merkel, la patronal alemana, Luis de Guindos, Jean Claude Juncker y otros capos de la UE, son los economistas ultra-capitalistas y, por encima de todos ellos, es el millonario sionista globalista George Soros el que está detrás de esta invasión.
Y le están dando una vuelta de tuerca más al proceso. Están decretando sus “leyes contra el odio” en un país tras otro para encerrar en la cárcel si es preciso a todos aquellos que se opongan a esta dictadura global, están formando a las policías locales y nacionales en estas ideas para que se conviertan en auténticas Policías del Pensamiento, están financiando todo tipo de ONGs como el Movimiento Contra la Intolerancia y SOS Racismo para que lleven a cabo este proyecto en cada país. Están promoviendo “primaveras árabes”, “revoluciones de colores” y a movimientos como Podemos para conseguir su “ciudadanía global”, están destruyendo, mediante el liberalismo, a las distintas derechas nacionales de cada país que podrían ser un obstáculo para este plan, están creando opciones políticas como Ciudadanos (del Mundo) con el mismo fin, están haciendo todo lo posible para fulminar a los candidatos y partidos que se escapan a su control, como Donald Trump en Estados Unidos…
Están, en definitiva, buscando implantar su Globalización Sionista.”

https://adversariometapolitico.wordpress.com/2016/03/12/marxismo-cultural-o-capitalismo-cultural/

 
Diga-se em abono da verdade que a Globalização é antes de fundo e caráter Sinárquico sendo a Organização Sionista uma estrutura política e financeira que diretamente responde e favorece àquela.
Só para entendidos.
 
Enviar um comentário

12.12.15

Frase 



Somos nós aquelxs de quem estávamos à espera


Esta é a frase mais revolucionária que vi nos últimos anos.

Hoje, no Porto Canal, numa “Marcha pela Justiça Climática”, no dia em que termina a Cimeira do Clima, em Paris, com tomadas de posição tímidas.

Quem disse que uma simples frase não pode ser um potente murro no estômago da responsabilidade individual?

Comments:
Isso faz-me lembrar aquele tão esperado Messias que afinal pelo que se descobriu são eles mesmos (supercomputador), agora circundados e protegidos por uma aureola exterior que são os assim designados "judeus do Atrio", aqueles tontos úteis que a essa "religião-estrutura cultural" se converteram implícita e explicitamente por tontice inconsciente mas mais ainda por conveniências mascaradas, logo, estas criaturas maliciosas não serão tomados jamais em estima nem consideração, tudo pelo contrário, serão tomados mesmos com a máxima cautela e desconfiança, pois quem é capaz de trair a sua própria gente o que não fariam a estrangeiros se a oportunidade se lhes apresentasse?
A todos aqueles que se encontrem filiados em estruturas sinarquicas ou sionistas ou que a estas favoreçam como as da Maçonaria, Iluminati e correlatas, tende cuidado, pois sereis os primeiros a perecer sem a mínima piedade quando os tempos chegarem; sabeis o que já não convém que saibam, como vos organizar e conspirar, e já não lhes sois mais úteis apesar de terdes desempenhado na perfeição vosso papel, por isso, sereis sacrificados na pira do altar como a um gentil cordeiro sacrificial, para maior glória de seu deus tribal quem lhes concedeu a santa caballah numeral, acústica e lumínica que explica e sugere a raiz da criação ilusória do mundo ou dos mundos se preferirdes o que é o mesmo e outorga o poder da magia negra o grande segredo de maya, suporte simbólico e mágico de vossas ordens, que, por acaso, seus maiores inimigos, os dos vossos amos, também igualmente possuem em forma mais desenrolada e efetiva. Amén.

 
Enviar um comentário

8.12.15

Os Estados Unidos criaram o ISIS 

Comments:
Porque defendo a atual posição de Putin,
https://www.youtube.com/watch?v=AzQk-5g3-O8
e
https://www.youtube.com/watch?v=U8EzJw5aOEw
No entanto aparenta enganar-se sobre outros aspetos não de pouca importância, como se a mesma URSS não fosse ela dominada pelos mesmos poderes que então estavam e continuam hoje dominando nos EUA... Pequeninas coisas. A irreconciliação será total e espera-nos o pior.
 
Bom, mas voltando à origem ontológica de ISIS, pode ser até que tenham sido creados com matéria prima do cu da Europa e é o mesmo Putin que nos ajuda a identificar sua geografia exata
https://www.youtube.com/watch?v=2qAf0g8rdl4
E para que quereria construir Portugal submarinos nucleares e aviões de última geração tal como no Brasil se mesmo este País com estes meios não conseguiria defender-se por si mesmo?
Enfim, apenas pequenas dissonâncias de percurso. Apesar de tudo ainda não compreendeu que é somente um peão a mais no tabuleiro internacional.

 
Enviar um comentário

18.10.15

Mentecaptos 




Marques Mendes: “Regra em Portugal é que quem ganha forma governo.”
Ferreira Leite: “O que António Costa está a fazer é um verdadeiro golpe de Estado.”
Maria João Avilez: “António Costa – O usurpador”
Rui Ramos: “Mas o problema não é a repetição do PREC. É o risco para o regime da abolição das suas regras, (…)
Helena Matos: “António Costa não é politicamente fiável.”
Fátima Bonifácio: “Costa não tem carácter, não é homem de palavra, não olha a meios.”

Estes e outros comentadores políticos – opinadores que nos habituámos a deixar entrar na nossa casa, por, supostamente, emitirem palavras sensatas – têm tido, nos últimos dias, palavras de uma burrice inaudita. Por mim, tomo consciência de que tenho andado, há muito, a dar ouvidos a néscios. Das duas, uma: ou são desonestos – com agendas alheias ao interesse das pessoas, ao meu em particular (malignidade que não quero ainda reconhecer-lhes) – ou são mentecaptos. (Como a palavra me sugere “mentes capturadas”, vai dar ao mesmo, a diferença estará na consciência do que se está a fazer.)

Inclino-me para esta hipótese. O contacto prolongado com ideias erradas afeta o cérebro.

A bem da minha saúde mental e de um verdadeiro serviço ao público, peço aos meios de comunicação social que nos concedam pessoas comentadoras não completamente perturbadas.

13.10.15

Nato corre a defender o ISIS 

10.10.15

Quantas? 


Quantas crianças é preciso morrerem no Mediterrâneo para que os Estados Unidos deixem de tentar derrubar o governo legítimo da Síria?

«esta quinta-feira, o senador republicano norte-americano John McCain afirmou à cadeia CNN poder "confirmar absolutamente" que alguns dos primeiros ataques russos na Síria atingiram rebeldes apoiados pelos Estados Unidos e treinados pela CIA. "Os primeiros ataques deles foram contra os indivíduos e os grupos que foram financiados e treinados pela CIA".»

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=4810233&page=1

25.9.15

Ainda bem que não sou obrigado a votar no PSD ou no PS 



Os partidos que nos têm governado nas últimas dezenas de anos não usaram o poder para aprofundar a democracia nem para libertar as pessoas dos constrangimentos dos predadores humanos.


Os interesses dos seus partidos têm sido postos à frente dos interesses das pessoas que representam. A maneira de escolher os deputados e a distribuição daí resultante é bastante ilustrativa deste desprezo. Abominam a diversidade de opiniões e muito mais a sua representação em parlamento. Por isso congeminaram sistemas em que os partidos maiores obtêm vários deputados a mais do que teriam se houvesse relação direta entre o número de votos e o número de deputados. Uma vergonha. Uma confissão de medo da democracia.
A disciplina de voto dos deputados – em que estes são obrigados a desligar o cérebro e a votar naquilo que uma fação do partido decide – é outra vergonha democrática.


Da precariedade e da desregulamentação das relações do trabalho nem é preciso falar; nem da associação que esses partidos estabeleceram com os interesses alheios ao interesse público.


Ainda bem que não sou obrigado a votar no PSD ou no PS!





13.9.15

Faz hoje 16 anos que a Lua se despenhou no espaço 



Faz hoje 16 anos que a Lua se despenhou no espaço, arrastando consigo a guarnição de uma estação lunar. Era assim o enquadramento da história da série “Espaço 1999”.

Faz hoje milhares de dias que alguma fração dos políticos luta contra a democracia. E tem conseguido grandes feitos. Um deles é evitar que haja proporcionalidade entre votos e eleitos. Certos partidos arrecadam muitos deputados a mais do que aqueles a que a votação lhes dava direito. Chegámos a situações caricatas a que ninguém consegue opor-se. Por exemplo, Portalegre tem direito a eleger 2 deputados. Só. Ninguém de boa fé pode ter o desplante de chamar a isto democracia.

Outro feito é conseguirem que milhares de eleitores votem em projetos políticos que não lhes interessam, com medo de um mal maior. Essa clique de políticos antidemocratas chama a isso voto útil. Como se fosse útil dar uma martelada num dedo, com medo injustificado de que a mão seja entalada numa porta.

Há muitos anos que os governos e os seus ministros das finanças cuidam dos interesses da banca, como se a banca não fosse um parasita da vida dos pobres.

Há muitos anos que os pobres esperam que apareça um governo que proteja a vida dos pobres, que fiscalize o trabalho e obrigue as empresas a cumprir a legislação laboral, que persiga a escravatura encapotada dos recibos verdes, que proíba as empresas de trabalho temporário, que castigue as práticas comerciais enganosas, que limite os juros cobrados a níveis éticos. A desregulação é um crime.

Há muito tempo que o eleitor comum espera que as leis sejam aplicadas. Ultimamente, tem a perceção de que muita criminalidade, económica e não só, tem sido exposta pela comunicação social, mas a perceção associada é de que a criminalidade dos ricos consegue escapar sempre impune.

Há dezenas de anos que os sion-fascistas ocupam a pátria dos palestinianos, levando a cabo uma agenda de eliminação. Uma vergonha para a Humanidade.

Há dezenas de anos que os ocupantes do solo índio norte-americano levam a guerra a grande parte do mundo, transformando países e regiões em terra queimada. Outra vergonha para a Humanidade.


Há 16 anos que a Lua se despenhou no espaço, mas aqui as coisas não estão melhores.

21.6.15

Dívida odiosa não se paga 


Foi o povo que contraiu a dívida? Ou foi a clique nacional mancomunada com os rapaces internacionais?

As empresas vão à falência. Porque é que os bancos não podem ir? Porque é que os investidores em dívida grega não podem perder o investimento? Maus investimentos devem ter a devida resposta darwiniana – a perda do investimento.
Acham que têm algo a receber? Vão pedi-lo aos testas-de-ferro gregos.


Estar ao lado dos Gregos é a única posição humanamente digna. Rejeitar Lagardes e outros saurópodes tem de ser possível, quer na Grécia, quer em Portugal.



Comments:
Se se quiser entender da origem da dívida odiosa (que é também dívida ilegal e não há que pagá-la!)
https://www.youtube.com/watch?v=lT6470NQ5Mk#t=3244

 
"Tsipras said he would respect the outcome of the vote, although, he argued that the creditors’ proposals "clearly violate European social rules and fundamental rights" and are aimed at "humiliation of the Greek people."
Interior Minister Nikos Voutsis made it clear that the government would ask voters to reject the creditors’ proposals at the referendum, saying “the government is not neutral,” (very common posture in an unpatriotic politician) as quoted by the Wall Street Journal. At the same time, he called for calm, saying the game is not over for the country, its people and this parliament, as reported by Reuters.
Greek Finance Minister Yanis Varoufakis also supported the referendum."
 
"Ni las amenazas y el chantaje ni los intentos de incitar el pánico cambiarán la voluntad del pueblo griego de vivir con dignidad. El día de la verdad se acerca para los acreedores, el momento en que van a ver que Grecia no se rendirá", concluyó Tsipras.
Insistió en que en toda Europa se convocan referéndums para que los pueblos puedan expresar su voluntad y hacer oír sus voces. "Grecia tiene pleno derecho a organizar uno", recalcó. Agregó que está convencido de que el pueblo griego dirá no a propuestas del Eurogrupo.
Tsipras subrayó que Atenas estuvo negociando con sus acreedores europeos con "determinación, firmeza y dignidad", pero se enfrentó a la insistencia por parte del FMI de abandonar la propuesta de gravar a los ricos. "Nos pidieron que coloquemos de nuevo la carga sobre los hombros de los pensionistas y trabajadores", explicó.
En cuanto a lo que suceda después del referéndum, el primer ministro subrayó que con "un no claro" Atenas se encontrará en "una posición negociadora mucho más fuerte". Al mismo tiempo, comentó: "Respetar la soberanía del pueblo griego a expresar su voluntad no significa de ninguna manera haber decidido romper con Europa. Es una decisión de poner fin a la extorsión y la coerción, unas prácticas que se han vuelto demasiado comunes en Europa".
http://actualidad.rt.com/actualidad/178726-tsipras-grecia-visitante-europa-miembro

 
A luta de Hitler já no seu tempo particularmente na Alemnaha foi contra a ignomínia, o roubo, o saque e suas consequências contra as populações pela parte dos usurários internacionlistas globalistas mundialistas Sionistas esclavagistas. Hoje, continua vigente a sua Luta. Quem ainda o não entendeu, encontra-se doente e já talvez irrecuperável.

 
Esta é uma das táticas e a mais importante, a da quase milenar Usura usada para assaltar e destruir a um Estado e quando essa não é possível por estar já precavido o Estado objeto de assalto, aplicam-se então outras táticas, em função da qual, por ex., declarou recentemente Putin: “The reasons for pressuring Russia are clear: - the country is conducting an independent policy and doesn’t trade its sovereignty. This is not to everyone’s liking, but it can’t be any other way,” he said." http://rt.com/news/271564-putin-west-russia-pressure/
Parece que ficamos já plenamente esclarecidos.. ou será que ainda não?
 
Será que a saída do ministro das finanças de Grécia para facilitar ao 1º ministro as negociações com as entidades credoras e não obstante o “não ” vencedor do referendo, pronuncia e desvela no fim de contas a realidade de dois vassalos a mais do Sistema, para além de demonstrarem inequivocamente que a esquerda não é mais que um mito?
 
Bem me parecia que estes dois senhores mais não faziam, como bons comediantes que se revelaram, que sonegar de seu próprio povo sua implicância no referente a medidas que desde o início já conheciam e o pior, suas consequências.
http://periodismo-alternativo.com/2015/02/25/ha-enganado-syriza-al-pueblo-griego-un-documento-filtrado-revelaria-que-toda-la-negociacion-ha-sido-puro-teatro/
 
Enviar um comentário

23.5.15

O Brasil à frente 


Parece que o Brasil tem a dignidade e a coragem de proibir a escravatura. Aqui é o reino do neoliberalismo: não se ilegalizam bancos, não se proíbem empresas de trabalho temporário, não se perseguem as práticas comerciais enganadoras; aqui favorece-se a escravatura da nossa massa trabalhadora jovem. Estúpida geração!


http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2015/05/20/aprovada-proposta-que-proibe-estagio-nao-remunerado?utm_source=midias-sociais&utm_medium=midias-sociais&utm_campaign=midias-sociais

18.2.15

Syriza 2 


A Grécia elegeu novo Presidente da República. O eleito é um ex-ministro do anterior governo da direita, mas agora foi proposto pelo Syriza.

O Syriza vai bem. Em vez de propor e eleger um correligionário — o que seria bem fácil, dados os seus 149 deputados em 300 —, preferiu um ato de unidade. O país bem precisa de estar unido para enfrentar as lutas que se avizinham.

Esta é uma atitude de uma dimensão que eu nunca vi por cá. Já imaginaram o PS ou o PSD convidar um deputado do PCP ou do BE ou dos Verdes, para candidato à Presidência da República? Ou para ministro?


Pois, percebo o vosso sorriso. Por cá tudo cheira a mofo.

Comments:
Vamos então deixar para trás os EUA por sua conta e por sua vileza, isolado e abandonado, desprestigiado, definitivamente desacreditado. E com ele os seus atores intelectuais e financeiros, os patronos dos juros compostos enquanto ferramenta de assalto e roubo.
 
Enviar um comentário

27.1.15

Syriza 



No domingo passado tive uma alegria grande — a vitória arrasadora do Syriza na Grécia. Já não tinha uma alegria desta magnitude há umas dezenas de anos. Talvez só a 30 de abril de 1975 — a fuga desordenada dos invasores americanos do Vietname.

Mas uma alegria calma, sem euforias excessivas, que eu bem sei como é a roda da fortuna, e de como os homens são fracos e os sistemas de uma inércia poderosíssima. Sobretudo, sei da rudeza com que o capital vai sabotar e atacar o novo poder de Atenas. Não lhe irá perdoar o atrevimento e tudo vai fazer para que o tratamento impiedoso e o esperado descalabro seja uma vacina para semelhantes veleidades de outros povos.

Se o Syriza soçobrar, será isso mesmo: mais uma derrota da esquerda e das políticas sociais. Se o governo do Syriza conseguir bons resultados, representará um balão de oxigénio para os povos esmagados pelo neoliberalismo, e para os partidos ou outras formações sociais que lutam ingloriamente contra a desumanização imposta pelo capital internacional e interno. Eventualmente, até poderá provocar alguma inflexão nas rotas sociais-democratas do PS português. Se não, passamos de S. Pedro para S. António, mas continuamos a levar porrada na cabeça.





Comments:
A tratar-se de uma Esquerda Nacional, isenta de uma qualquer Internacional com suas diretivas e portanto independente, com um programa de adesão a uma Europa Unida e aberta construtivamente ao Mundo, o que significa um compromisso com os novos parceiros emergentes realmente necessários; Rússia e China, mantendo só então o FMI e Banco Mundial à margem com sua Reserva Fracionária para seu próprio uso exclusivo e que lhes faça o melhor dos proveitos desde que não chateiem. Inviável? Mas exequível.
 
Juche: A Filosofía da Vitória
Para se compreender melhor sobre o Socialismo Nacional baseado na Filosofia de Estado, o Juche, da República Popular Democrática de Coreia de Norte, tão vilipendiado e combatido pelo seu inimigo nominal, aqui fica o link:
https://adversariometapolitico.wordpress.com/2012/07/08/juche-la-filosofia-de-la-victoria/

 
Enviar um comentário

14.1.15

Outros cartoons, o mesmo acerto 


Nestes tempos espasmódicos de Charlie, tomei conhecimento do excelente cartoon do DN, publicado há já tanto tempo como a pausa deste blogue. Vale a pena ver:






2.8.14

Guerra suja 


Há dias, em entrevistas de rua em Israel, vários jovens declararam que o ataque a Gaza devia continuar e houve quem dissesse que se devia exterminar todos os árabes.
Hoje encontrei esta notícia: Académico israelita recomenda violação de palestinianas para impedir atentados

Mordechai Kedar, um professor de Literatura Árabe na Universidade de BarIlan e antigo membro dos serviços secretos israelitas, invocou o seu conhecimento da mentalidade palestiniana para declarar que: «A única coisa que pode deter um bombista suicida é saber que, em caso de captura, a sua irmã ou a sua mãe serão violadas.»

Estes ingratos não se apercebem que estão ali por engano, que aquela terra é do povo palestiniano e que, só enquanto este não os conseguir expulsar para o mar poderão dar largas à sua ocupação colonial macabra.

Comments:
Francotiradores israelíes haciendo gala de su COBARDÍA ANCESTRAL disparan a un niño palestino en un tejado, en el barrio Al-Khalil, en Hebrón Cisjordania, para luego regodearse de su infame acción. (Ver con atención los 10 primeros segundos del vídeo). ¿No son estos actos terroristas? ¿Dónde estaba Hamas en esta escena? ¿Israel se defiende? Malditos sean los que defienden a estos cerdos y su iniquidad.
https://www.youtube.com/watch?v=IUibXSgILv0&feature=youtu.be
https://www.facebook.com/DetengamosLaTerceraGuerraMundialSionista?hc_location=timeline
 
Quando se sabe que ISIL é financiado, apoiado e conduzido pelos EEUU & Company, quando a cabeça directiva da ISIL é ““Abu Bakr al-Baghdadi, so-called ”Caliph”, the head of ISIL, a Mossad trained operative” e quando surge uma suposta vítima, seu irmão de raça “Sotloff was Israeli agent”, toda esta confusão é no mínimo muitíssimo Instrutiva.
A propaganda actual já superou a mera tangencial no tocante à mentira como à maldade demenciais, um mal crónico já sem tratamento possível e sem a mínima possibilidade de recuperação.
Em uma notícia é apresentado a identidade do chefe da ISIL: “Abu Bakr al-Baghdadi, so-called ”Caliph”, the head of ISIL (Islamic State in Iraq and the Levant is, according to sources reputed to originate from Edward Snowden, an actor named Elliot Shimon, a Mossad trained operative.” Mais em: http://www.veteranstoday.com/2014/08/04/french-report-isil-leader-mossad/;
Em uma outra, a célebre vítima em execução (“Sotloff was Israeli agent, his execution staged: Analyst”), pura encenação para fins de propaganda, isto é: fica assim justificada segundo declarações de Obama a “intervenção militar onde quer que se encontre o ISIL”.
“Slain journalist Steven Sotloff was an “Israeli intelligence agent” who served in the Israeli military and his execution might have been staged to give him a new identity, an investigative journalist tells Press TV.”
“Sotloff’s family spokesman Barak Barfi has claimed that Sotloff– who had been missing in Syria for nearly two years– was sold to the ISIL terrorist group by “moderate Syrian rebels” for $50,000.” – Aqui pretende-se incriminar a Síria mais uma vez… com a mentira sistemática e provavelmente ainda conseguem convencer o governo dos EEUU a mandar para lá os 50,000, para o ISIL.
Mais em: http://www.veteranstoday.com/2014/09/12/sotloff-was-israeli-agent-his-execution-staged-analyst/

 
Enviar um comentário

1.8.14

Direitos humanos à moda do estado mais sanguinário, mas mais fingido 


«Estados Unidos vendem mais armamento a Israel.

Ao mesmo tempo que condenam os ataques israelitas, as autoridades norte-americanas confirmam o reabastecimento de armas a Israel. Os Estados Unidos aceitaram mais um pedido do Governo do "falcão" Benjamin Netanyahu para a compra de munições.

A encomenda chegou ao Pentágono a 20 de julho. Teve resposta positiva em três dias.»


A matança em Gaza já ultrapassou as 1400 pessoas. Não carneiros, pessoas.

18.7.14

Os genocidas impunes 


«O Exército israelita matou na tarde de anteontem, quatro crianças que brincavam na praia de Gaza e feriu gravemente outras duas.»

Ontem lançou uma ofensiva terrestre contra a Faixa de Gaza.

«Desde o início do conflito foram mortos 260 palestinianos, entre os quais dezenas de mulheres e crianças, e dois israelitas – um civil e um militar.»

Das coisas que tenho por mais certas, neste morticínio, é que o mandante, Benjamin Netanyahu, nunca comparecerá perante o Tribunal Penal Internacional. Mas, curiosamente, sorrio, ao imaginar que ele e os outros nazis pensam que estão a ganhar a guerra.



Comments:
É uma desalentadora realidade a constatação dos infelizes factos ocorridos, isto é, da constatação dos crimes genocidas cruelmente perpetrados e que se vêm multiplicando desde a fundação do Estado de Israel na Palestina. De eternas vítimas que se autoproclamam mostram-se afinal na prática genocidas criminais ainda perante quem não tem capacidade de defesa.
No último parágrafo no entanto não compreendo o porquê do sorriso. É verdade que o termo nazi foi um termo pejorativo atribuído pelos Aliados ao regime político Nacionalsocialista da Alemanha de Hitler e muitos pensam tratar-se de um termo oficial do referido regime. Neste contexto faz todo o sentido designar de “nazis” a todos os sionistas. Atribuir os mesmos crimes ao regime hitleriano ao longo da 2ª. Guerra Mundial é estar com alucinações em plena luz do dia. Vale a pena investigar o aparato militar, técnico e humano, da União Soviética Comunista Bolchevique já em 1940; dir-se-ia estarem-se a preparar para o assalto à Europa. Depois, investigue-se os crimes genocidas perpetrados por Estaline, deixando os crimes de outros seus “camaradas” para outra ocasião.
Nestas guerras de cobardes infames não se deveria falar de ganhar, somente de quem perde.

 
A propósito de "neonazis" encontra-se aqui um bom exemplo.. e outros esclarecimentos adicionais:
"Nacionalismos y geopolítica
Para comprender con mayor profundidad los conflictos caucásicos (o los balcánicos, o la actual crisis ucraniana), es menester hacer hincapié una vez más en que sólo hay DOS modelos geopolíticos, y en la dimensión continental telurocrática de Rusia (o mejor dicho, las Rusias, de manera análoga a las Españas de los tradicionalistas carlistas) como potencia integradora de Eurasia y abanderada del multipolarismo. Las Rusias están comprendidas por muchos pueblos, que están integrados (no fusionados!) en la Federación. Existe una diferencia absoluta entre ésta idea de unión federada, integradora (la idea de Eurasia, cuyo núcleo es Rusia, el Kontinentalblock de Haushofer) y la llamada “UE”, cárcel de pueblos que no integra sino fusiona caóticamente, que no es autárquica sino dependiente de la finanza parasitaria mundial, que no es soberana sino colonia de USrael.
Chechenia y los demás pueblos del Cáucaso son fácticamente mucho más libres, y tienen mayor autonomía (cultural y económica) si están integrados en la Federación bajo el paraguas protector de Rusia/las Rusias en el Kontinentalblock euroasiático, que con una falsa “independencia” que no sería tal, pues caerían bajo el control absoluto de los Rothschild, Soros, etc. Eso es lo que los “nacionalistas” y los “independentistas” no entienden; ni en Rusia ni en España.
Chechenia tiene más libertad política y más autonomía respecto a Moscú que cualquier país de la “UE” respecto a Bruselas. (Y quien dice Bruselas, dice Washington).
Por su parte, los “supremacistas blancos” rusos (chauvinistas raciales), los “neonazis” y “skinheads” que en Moscú y otras ciudades agreden o discriminan a gentes del Cáucaso o de otras zonas del espacio post-soviético (kazajos, uzbekos, kirguises, etc) son la otra cara de la moneda del “divide y vencerás” étnico-social. Son manipulados y utilizados por los que buscan la destrucción de Rusia (como las Rusias/Eurasia). La alianza estratégica entre los “nacionalistas ucranianos” y los separatistas wahabitas chechenos es una clara muestra de ello. (…)”

 
Apologia do Genocidio – (muito ético)
Una diputada israelí pide que sean asesinadas todas las madres palestinas por dar a luz a “pequeñas serpientes”
http://www.alertadigital.com/2014/07/21/una-diputada-israeli-pide-que-sean-asesinadas-todas-las-madres-palestinaspor-dar-a-luz-a-pequenas-serpientes/

 
Un rabino israelí ha emitido un decreto religioso que permite matar a civiles inocentes en la asediada Franja de Gaza.
Dov Liot, un rabino israelí del asentamiento ilegal de Kiryat Arba, en la Cisjordania ocupada, dijo en un decreto que era lícito, en base a la religión judía, matar a civiles inocentes y destruir Gaza.
El decreto también dice que no hace falta cercionarse que las personas atacadas sean combatientes o civiles.
El decreto religioso autoriza también a “negar suministros o electricidad” a la población. También señala que las fuerzas militares tienen permiso para “bombardear la totalidad de un área a discreción del Ejército”.
“En el caso de Gaza”, dijo el rabino, los oficiales del Ejército israelí “tienen permiso para llevar a cabo la destrucción de este territorio”. Él añadió que “cualquier tipo de charla sobre humanismo y consideraciones humanitarias es discutible”.
El rabino ha sido elegido por miles de israelíes que lo siguen.
El rabino expresó en su día el apoyo a Baruch Goldstein, el terrorista que mató a 29 fieles musulmanes en una mezquita en Hebrón en 1994, y al asesinato del ex primer ministro israelí Yitzhak Rabin.
http://www.almanar.com.lb/spanish/adetails.php?eid=67461&frid=23&seccatid=30&cid=23&fromval=1
 
Netanyahu deberá ser juzgado por crímenes de guerra y genocidio al masacrar Gaza utilizando un pretexto falso
ARMAK de ODELOT
24/7/14
El asesinato de tres jóvenes israelíes el pasado mes de junio, que sirvió de pretexto a Israel para iniciar su ofensiva militar contra Gaza, no fue obra de palestinos sino de un ciudadano judío que los mató por motivos económicos.
El periodista alemán Christian Sievers, tras una minuciosa investigación, develó en el programa 'Auslands Journal', de la cadena de televisión alemana ZDF, que el asesinato de los tres jóvenes israelíes el pasado 12 de junio no fue acometido por palestinos.

Según el periodista germano, fue un crimen civil cometido por un ciudadano judío por asuntos económicos.

Los chicos fueron asesinados un día después del secuestro y tras quemar el coche y los cuerpos fueron lanzados cerca de la ciudad de Hebrón.

Conforme al informe presentado por Sievers, la Agencia de Investigación Interna israelí, Shim Bet, estaba al tanto de todos los detalles por la llamada que hizo uno de los muchachos durante el secuestro, pero fue obligado por Netanyahu a tapar la información para que el asesinato fuera usado como pretexto para iniciar un nuevo ataque contra Gaza.

 
Enviar um comentário

17.7.14

Aplauso 


Passos Coelho e a ministra das Finanças vieram declarar, sem tergiversações, que “o preço a pagar pelos bancos, por erros de avaliação de projetos, não pode ser imputado aos contribuintes”. Disse que: “Durante muitos anos, ouvimos um país clamar pela intervenção do Estado para resolver o problema das empresas, para no fundo manter os privilégios que existiam do passado”.

Com esta atitude de governação ética e a comparação que vai ser feita com a governação desgovernada de Teixeira dos Santos, estes tipos “correm o risco” de ganhar as eleições de 2015. Não voto neles, mas gostei.

Só espero que não seja uma transparência “semi-espelhada” para melhor “enganar o pagode”.
Ou fruto de uma mágoa pessoal. Veja-se esta declaração tão “apontada” a casos concretos:

"(…) damos, ao mesmo tempo, confiança àqueles que querem investir corretamente para poderem fazê-lo sem desconfiarem de que alguém, no meio do processo, vai fazer a batota de levar o bom projeto que tínhamos para aqueles que têm mais meios financeiros de os poderem concretizar, como tantas vezes aconteceu na história do nosso país".

Mesmo que tenha sido pelas más razões, desta vez a governação acertou.

6.7.14

Lapso freudiano 


O BPI está a fazer passar nas televisões uma campanha publicitária que não é boa propaganda para ele, porque é muito ilustrativa do comportamento pouco prudente dos bancos, a que a maioria já nos habituou:
Uma família, passeando no campo, e na iminência de uma enorme trovoada, abriga-se sob uma árvore imponente, escapando da chuva, mas sujeitando-se a apanhar com um raio.

Neste sentido, é muito pedagógico; não está a enganar ninguém:

Quem se abriga recorrendo a bancos livra-se de alguns pequenos contratempos económicos pontuais mas sujeita-se a desastres socioeconómicos globais que lhe destroem a vida toda e as da sua família.

Comments:
O meu amigo Freud chegou uma vez a afirmar-me pessoalmente que há que dar rédeas soltas ao animal sexual que vive em cada um de nós para que a repressão não nos surpreenda em cada esquina e possamos logo assim minimizar as compulsões mais radicais...
A questão do BPI reporta-se sem dúvida diretamente a esse tipo de repressão Freudiana e remonta ao paradigma estadounidense.
 
Enviar um comentário

22.5.14

Exército israelita pratica tiro ao alvo em palestinianos 



Ocupantes israelitas colocam-se ao nível dos seus mentores americanos:


Comments:
Ocupantes israelitas colocam-se ao nível dos mentores dos seus mentores americanos, isto é, de si mesmos.
 
Hey There. I found your weblog the usage of msn. This is a
very neatly written article. I'll make sure to bookmark it and come back to
learn extra of your useful info. Thank you for the post. I will certainly comeback.


my web blog; search engine optimization ()
 
Enviar um comentário

16.3.14

Referendo na Crimeia 


Em reação à tomada do poder na capital da Ucrânia por golpistas de extrema-direita, a região autónoma da Crimeia decidiu hoje, em referendo, separar-se desse país e integrar-se na Federação Russa.


Que bom que era se cada um de nós pudesse abrigar-se sob um regime amigo, de cada vez que o poder no seu país é tomado pela extrema-direita!

Comments:
Os modernos termos políticos ideológicos tais como, Direita, Esquerda, Extrema-Direita ou Extrema-Esquerda e depois no meio o Centro, claro, que é ou uma mistura das duas em distintas dosagens ou a exclusão de ambas por via da neutralização ou coisa nenhuma.
Tratam-se de conceitos que terão efetuado a empurrão uma evolução invertida e absurda, por assim dizer; de cliché a paradigma à qual logo se o envolveu a este com a auréola do dogmatismo sagrado, irrefutável, mas sobre tudo, infalível. Como o Papa, salvo seja. O raio do português traiçoeiro… Bem, não era nada disto que eu queria dizer.
Eu prefiro tratar dos movimentos políticos-ideológicos pelas suas diretas designações, pelo que concerne à sua prática, tais como, o Liberalismo, o Neo-Liberalismo, o Socialismo Marxista-Leninista, Trotskista e até o Stalinista que são as diversas variantes aplicadas sob uma mesma orientação política. Há depois ainda uma variante demonizada de Socialismo, porque, no lugar de se circunscrever Internacional ou Supra-Nacionalmente com a abertura escancarada de suas fronteiras, ou seja, de se fazer Casa-Aberta, tem o descaro esta variante de se afirmar Nacional, de Casa-Fechada, justamente para se defender das promiscuidades ilimitadas, segundo afirma, do que se convencionou chamar Banca Internacional, ou Mundial, que logo o levariam, ao País/Pátria/Nação –Termos que pretendem banir para sempre, acrescenta–, à dependência eterna e a uma escravidão francamente ultrajante por um grupo de estrangeiros que nunca nada produziram que não seja a prática legalizada do roubo sistemático em todo o lugar que se lhes permita penetrar.
Vamos então mascarar com termos artificiosamente sacro-dogmáticos-invertidos as “nossas”, salvo seja, intenções (anjos) e os nossos medos (demónios).
As guerras dão-se apenas quando os anjos e demónios de confrontam. Desde à uns tempos a esta parte vive-se apenas em um clima de cólicas intestinais sagradas –angélicas. Porque estes, dizem, para quem não sabe, também têm cu.
Fim-de-citações.
 
Tenho de aplaudir o comentário acima do anónimo que considero genial. Muito bom!
Cavaco
 
El G7 y el FMI estudian ayudar a Ucrania con 40.000 millones de dólares (http://actualidad.rt.com/ultima_hora/165987-g7-fmi-ayudar-financieramente-ucrania)
Ao vir a ser questionado o atual Presidente do FMI se há atualmente alguma segurança no referido empréstimo, responderá este enfaticamente que se estima inverter por dez vezes no mínimo seu valor a médio/curto prazo, mas que haverá no futuro mais empréstimos de solidariedade para com Ucrânia e sempre que os seus atuais parceiros de Kiev o solicitem por razões de desenvolvimento da riqueza e prosperidade, considerando tratar-se de pessoas liberais e capacitadas a um verdadeiro progressismo democrático.

 
Colocando ainda uma última questão ao Exmº Presidente do FMI, se tencionam também imprimir crédito ao atual Governo do Kremlin, responde este portavoz "-É com amargura e profunda tristeza conhecermos a atitude do atual Presidente do Kremlin em teimar rejeitar tão generosa oferta do que tão entusiasticamente e com a maior alegria fazemos imprimir sem reservas nas nossas sofisticadas instalações tipográficas da Reserva Federal dos Estados Unidos da América do Norte, da que já há algumas décadas orgulhosamente tomámos posse pois os sucessivos Governos sempre provaram não possuirem maturidade para tão elevada responsabilidade.

 
Enviar um comentário

8.3.14

Não ficará pedra sobre pedra! 

... 
... 
... 

Iraq — done 
Afghanistan — done 
Libya — enough, for now 
Syria — done 
Egypt — in progress 
Ukraine — in progress 
Venezuela — in progress 
Cuba — doomed (we can wait) 
Palestine — vanishing (we can wait) 

... 

 Yes, we can!

Comments:
And can all this in the name of the Lord of the worms, I beleave.
Are they distilling some thing?
 
Aleksandr Dugin - Carta ao Povo Americano sobre a Ucrânia
"4 - Então eis a contradição: o povo americano é essencialmente bom, mas a elite americana é essencialmente má. O que sentimos em relação à elite americana não deve ser aplicado ao povo americano, e vice-versa."

Ler mais em:
http://legio-victrix.blogspot.pt/2014/03/aleksandr-dugin-carta-ao-povo-americano.html
 
"Yes, we can!"
Este "we" refere-se a quem, por favor?
Obrigado.
 
"Yes, we can!"
Este "we" refere-se a quem, por favor?
Obrigado.
 
Poderá ficar tranquilo que a Síria com fortes probalidades não cederá ao terrorismo Yanqui e muito menos Ucrânia integrará a Otan. Estava a vêr que ia adicionar na lista a Rússia e já agora a China ou mesmo Coreia do Norte com as reticências finais.
 
Enviar um comentário

7.3.14

Drones da NATO matam 5 soldados afegãos 

1.1.14

Desejos para 2014 


Extinguir os bancos

Derrotar o neoliberalismo


Comments:
Conquanto amordaces o Comunismo. O Diabo seja surdo cego e mudo.
 
Os crimes perpetrados em nome do neo-liberalismo, os roubos, as injustiças sociais agravadas por directa consequência, os problemas da imigração caótica e descontrolada, de que alguns países da Europa já finalmente começaram a pôr mão como a Suíça por exemplo, tudo isto não surge por acaso como se que fazer crer. Tudo isto está desde o início estudado e sobejamente ensaiado. Procura-se deste modo culpabilizar os actores políticos como se as execuções governamentais destes tivesse alguma vez partido de sua iniciativa própria, como se estes não tivessem simplesmente cumprido com as determinações recebidas de seus ”maiores” Internacionais os quais lograram com a perda de Soberania do Estado por consequência da entrada na Comunidade Europeia e particularmente com a subalternização da moeda nacional e indexação ao dólar emitido pela FED (Federal Reserve System, constituído por um conjunto de poucos Bancos Privados).

Uma das consequências dos regimes democráticos é a obrigação legal inerente e por definição das chamadas privatizações. Trata-se da alienação das infra-estruturas do Estado-Nação em hasta pública, teoricamente a quem tem mais dinheiro e que pagará um valor mais elevado. Mas na prática, todos sabem que intervêm aqui as influências. Mas porquê vender o que dá lucro e que deveria confortavelmente suportar as despesas básicas do País? Colocam-se para o justificar “administradores” que apresentam despesas e prejuízos insuportáveis para o Estado mesmo em sectores de produção que para os particulares pelo contrário apresentam uma apetência séria ao investimento como sejam os sectores das energias e dos transportes, por exemplo. Os outros sectores dissolvidos representam séria concorrência a outras Empresas estrangeiras ou da mesma Europa que acabam por impor de alguma maneira a sua vontade e influência e, por consequência um aumento significativo das despesas por razões óbvias.
Estão assim reunidas as condições de ruína galopante à que logo e desde já se acusarão os políticos, na verdade meros Actores e na maioria actores conscientes e oportunistas, de toda esta fantochada. Mas em uma boa parte conscientes e culpados pois, para se fazerem merecedores de confiança das benesses políticas como de uma promissora carreira obviamente muito bem remunerada se fazem membros de certa instituída confraria defensora das bondades e Igualdades Universais. Para uns poucos. Por que assim está com a devida e necessária antecedência determinado fazer-se.
E qual é a solução, o remédio milagroso, inicialmente proposto de forma dissimulada, mas que a qualquer momento tenderá a apresentar-se mais do que como um grito libertador, com um berro contundente? O Comunismo, promulgarão quase todos aqueles que o têm vindo a defender, muitas vezes de forma mascarada e pouco transparente. O Comunismo Trotskista Leninista Stalinista? Não, que esse modelo já foi ultrapassado, agora será a verdadeira aplicação da doutrina de Karl Marx, dirão parodialmente tanto os ingénuos como os detractores conscientes. Mas fundamentalmente, alguém lhes paga a todos estes infelizes e assim vai continuando o “Teatro Contemporâneo”, com a ganância de uns poucos que já são muitos e a parvoíce de outros.
Quando alguém me grita aos ouvidos que quer acabar com o que for que seja, muito bem, tem o direito de se expressar assim e não deverá ir preso por isso, mas deverá também assumir o esclarecimento explícito de qual a proposta acreditada para ilustração dos menos esclarecidos.

 
O "Choque de Civilizações" não é sobre a religião senão sobre a Banca. Como o Hitler reconstruiu a economia de Alemanha foi simples: Ele abandonou o sistema bancário da reserva fracionária que estava mutilando à Alemanha post-1ªGM e instituiu um dinheiro com uma unidade fixa de valor. Por estranho que pareça esse foi um sistema financeiro não muito diferente daquele dos Estados Unidos antes de 1913. Isto permitiu que Alemanha se reconstruísse rapidamente, mas era por suposto uma ameaça direta para os banqueiros que haviam enriquecido e feito poderosos por meio da falsificação legalizada. Esta é a razão de que a guerra fora “declarada” (realmente um boicote) contra a Alemanha. Os banqueiros temiam que as gentes em todas as partes vissem as vantagens imediatas de um sistema monetário de não-reserva e forçassem uma mudança em próprios países. Alemanha, especificamente a economia alemã, teve que ser destruída para conservar o sistema bancário da reserva fracionária em todos os lugares.
Para estranho que pareça, quando Putin ascendeu ao poder na Rússia, ele fez mais ou menos a mesma coisa: tomar as rédeas aos oligarcas e reestruturar o sistema económico de Rússia e o resultado final é que a Rússia já pagou todas suas dívidas por antecipado, (enquanto o EUA., ainda escravizado à Reserva Federal, se afunda na dívida a cada dia) e não surpreendentemente, a inimizade contra a Rússia por nações que estão debaixo do controlo de sistemas bancários da reserva e dos banqueiros vai em aumento…………………

UN EPITÁFIO FINAL
DE UM DOS MELHORES POETAS DE INGLATERRA:

«Uma maldição para Inglaterra, falsa e vil,
donde nada pode prosperar senão a desgraça,
donde esmagada é a terna forma de cada flor,
e a decadência e a corrupção alimentam às lombrigas...».
http://editorial-streicher.blogspot.pt/2014/03/el-mito-de-la-agresividad-alemana.html#more
 
Enviar um comentário

22.11.13

Kennedy 


Os meios de comunicação alinhados com os valores de Washington têm andado a lembrar-nos que faz hoje 50 anos que assassinaram Kennedy, um presidente americano. Sempre foi um presidente incensado pelos media, a despeito das ações agressivas para com outras nações. Não é certamente, o menos mortífero presidente dos Estados Unidos. Vejamos:

Invasão de Cuba – Em abril de 1961, Kennedy ordenou que fosse implementado um plano de invasão de Cuba, com a intenção de derrubar o regime de Castro. O plano, que há muito vinha a ser preparado pela CIA, passava pelo treino militar e lançamento em Cuba de contrarrevolucionários cubanos.
A chamada invasão da Baía dos Porcos foi um fiasco para os americanos e um aviso para os cubanos do que podiam esperar no futuro.

Embargo a Cuba –  No ano seguinte, Kennedy ampliou as restrições comerciais do chamado Embargo a Cuba, que ainda dura e é uma vergonha civilizacional.
O fim da crise dos mísseis, obrigando Kennedy a emitir uma declaração pública de que nunca iriam invadir Cuba, parecia trazer, enfim, algum sossego ao povo cubano. Puro engano. Os americanos nunca “passaran” mas, com a sua influência maligna, continuam hoje a guerra económica contra Cuba. Um relatório da ONU, de 2005, calcula que o bloqueio, desde o seu início até 2005, já causou a Cuba um prejuízo superior a 89 mil milhões de dólares.

Agressão ao Iraque – As agressões ao Iraque já vêm de longe: “Em 1963, a administração Kennedy apoiou um golpe contra o governo do Iraque”. “A CIA ajudou o novo governo do Partido Baath a livrar o país de supostos esquerdistas e comunistas”, fornecendo-lhe listas de comunistas suspeitos e de membros da esquerda. “De forma sistemática, os assassinatos aconteceram. As vítimas incluíam centenas de médicos, professores, técnicos, advogados e outros profissionais, bem como figuras políticas e militares.”

Guerra do Vietnam – “Kennedy continuou o que Eisenhower tinha começado a fazer, proclamando uma guerra contra a propagação do comunismo pelo mundo”. Começou por aumentar o apoio económico às forças armadas do Vietnam do Sul, e militar, enviando 16 mil conselheiros militares e forças especiais americanas para a região.
Parece que o falhanço visível da intervenção o levou a programar um programa de retirada em dois anos, ação que a morte evitou. O sucessor Johnson intensificou a agressão.

Foi assassinado? Foi. Tenho pena? Preferia que o julgamento fosse o da História.

Comments:
OUTROS DADOS SOBRE KENNEDY
#1 of #3
Kennedy é um tema que me agrada e não só pela celebração do cincuentenario de seu assassinato, senão pela aura que tinha e ainda tem, este presidente americano. Já o disse em um artigo recente, sua vida é um cúmulo de circunstancias que o fazem muito interessante para uma maioria da população. Os mídia também têm ajudado a esta construcción do mito e cada canto do que era ou fazia, parece ter repercussão incluso hoje. Sem embargo e afundando no tema de sua assassinato, quero ampliar informação que já indiquei em outro artigo que escrevi neste Outono. Faremos um pouco de cronologia da sua morte, personagens involucrados y possíveis causas.
Em 4 de Junho de 1963, Kennedy assinou a Ordem Executiva 11110, pela qual o governo dos Estados Unidos recuperava o poder para imprimir dinheiro sem ter que passar pela Reserva Federal (propriedade e manejada pelos Rothschilds através de 7 bancos privados). Quer dizer, dava-lhe o golpe brutal al controlo e geração da dívida da Fed, e lhe dava à população a possibilidade de créditos brandos para desenrolar as suas vidas. Dinheiro americano para os americanos em oposição ao benefício imparável de una elite estrangeira e internacionalista. Kennedy chegou a imprimir e pôr em circulação os chamados “dólares Kennedy” eliminando boa aparte da sua simbologia maçónica. Era uma ordem para o Departamento do Tesouro “Para emitir certificados de prata contra qualquer lingote de prata, ou dólares em metal tanto de ouro como de prata existentes na Tesouraria. Isto significava que por cada onça de prata en la abobada da Tesouraria americana, o governo pudera introduzir o novo dinheiro em circulação, estava baseado fisicamente na prata, em lingotes que estivessem alí. Como resultado, mais de $4 mil milhões de dólares em bilhetes de Estados Unidos entraram em circulação em denominações de $2 y $5 dólares. Nunca circularam os bilhetes de Estados Unidos de $10 y $20 dólares que estavam impressos pelo Departamento do Tesouro quando Kennedy foi assassinado. Parece óbvio que o Presidente Kennedy sabia que o dinheiro da Reserva Federal usado como o pretendido dinheiro legal, era contrário à Constitução dos Estados Unidos de América.
Os bilhetes de Estados Unidos "foram emitidos como divisas livres de interesse e dívidas avaladas pelas reservas de prata na Tesouraria americana. Se comparamos um bilhete da Reserva Federal emitida por el privado Banco Central dos Estados Unidos (Banco da Reserva Federal/Sistema da Reserva Federal), com um "bilhete de Estados Unidos" da Tesouraria americana emitida pela orden do ejecutivo do Presidente Kennedy, parecem iguais, excepto porque um diz "Reserv Federal Note" na parte superior enquanto que o outro diz "United States Note". Assim mesmo, o bilhete da Reserva Federal tem selo e o número de serie de cor verde enquanto que o bilhete de Estados Unidos tem um selo e o número de serie a vermelho.

 
OUTROS DADOS SOBRE KENNEDY
#2 of #3
Kennedy sabia que se os bilhetes de Estados Unidos avalados em prata circulavam amplamente, eles eliminariam a demanda dos bilhetes da Reserva Federal. Esta é uma questão muito simples de economia. O USN (bilhete de EEUU) se avalava en metal prata e o FRN (bilhete da Reserva Federal) não estava avalado com algo de un valor intrínseco. O decreto do executivo 11110 podia haver impedido a dívida nacional crescente alcanzar o nível actual (virtualmente se hão criado quase $9 trilhões de dívida federal desde 1963) se Lyndon B. Johnson ou quaisquer dos posteriores presidentes lhe houvessem dado curso. Isto haveria permitido ao Governo americano quase imediatamente a capacidad de reembolsar sua dívida sem ir aos Bancos da Reserva Federal privada pagando-lhes interesses para criar "dinheiro". O Decreto 11110 lhe deu a habilidade aos EE.UU., uma vez mais, de criar seu própio dinheiro avalado em metal-prata y domínio do valor digno de algo físico, real, palpável.
Em menos de seis meses depois, 22 de Novembro, era assassinado em Dallas, e os bilhetes de Estados Unidos que ele havia emitido se retiraram imediatamente de circulação. Os bilhetes da Reserva Federal continuaram servindo como sendo o dinheiro legal da nação. Segundo o Serviço Secreto de Estados Unidos, 99% de todo o papel "moeda" americano que circula são bilhetes da Reserva Federal. Isso me recorda algo que também já comentei neste blog que foi o assassinato de Lincoln pelos mesmos motivos, imprimir seu próprio dinheiro para os cidadãos e não depender de banqueiros estrangeiros internacionalistas.
A Orden Executiva 11110 foi rescindida, que não anulada... segue vigente, pelo sucessor Lyndon Baines Johnson, em uma de suas primeiras decisões ao chegar ao cargo e com o cadáver de Kennedy ainda quente. E, evidentemente, Johnson introduziu aos USA de cheio na guerra de Vietman. Algo que seu antecessor queria deter e retirar-se dalí. Esso não sentava bem à indústria militar nem ao Pentágono que necessitava sua guerra para seus propósitos. A guerra de Vietnam e sua origem pode ser discutida, mas o que fica claro é que uma boa razão para a misma, ao igual que os franceses anteriormente, era o controlo da fabricação e das rotas da droga em Extremo Oriente. Algo similar a Afganistão, com os soviéticos primeiro e agora com USA e uma coalição, que não esqueçamos nunca que produz cerca de 80% do ópio e seus derivados no mundo ¿Que tem Afganistão de particularmente impoirtante para que enviemos tropas alí? ¿A democracia? ¿Fazê-los ver as bondades de ocidente? ¿Ou a droga e seu controlo desde a origem? A resposta é muito fácil.
Outra boa razão para o assassinar, que também comentei neste blog, foi a temeridade de Kennedy em controlar e deter o programa atómico israelita e sua luta com o Primeiro Ministro de Israel David Ben-Gurion, defendendo que baixo nenhuma circunstância aprovaria que Israel se convertesse em uma potência nuclear. No periódico judaico Ha’aretz de 5 de Fevreiro de 1999, houve uma resenha e entrevista con Avner Cohen sobre seu livro “Israel e a Bomba”, donde dizia: “O assassinato do presidente Kennedy trouxe uma abrupta pausa da tremenda pressão que aplicava a administração USA sobre o governo de Israel para que detivesse seu programa nuclear... e se o presidente houvesse continuado vivo, é muito duvidoso de que Israel pudesse ter hoje a opção nuclear”.
É interessante resenhar neste ponto que os que hajam visto a película de Oliver Stone “JFK”, na que o director chega a outras conclusões sobre os motivos do assassinato, deverão saber que o padre de Oliver Stone é judeu e essa é uma boa causa para afastar as verdadeiras razões do crime na direcção de outros alegados culpados e despistar à opinião pública.

 
OUTROS DADOS SOBRE KENNEDY
#3 of #3
Algo que confirma o que digo é que o assassino de Lee Harvey Oswald se chamava Jakob Rubinstein, e cujo nome completo foi utilizado pela CBS durante a primeira hora de transmissão sobre o sucedido. Luego foi recortado a Jack Ruby já que Jakob Rubinstein soava muito judeu... Mais tarde Rubinstein disse ao seu advogado William Kunstler, outro judeu, o seguinte e que este advogado revela em seu livro de 1994 “My Life as a Radical Lawyer”: “Fi-lo para não implicar aos judeus... e proteger aos judeus americanos de um “Progrom” de ódio que poderia ocorrer pelo assassinato de Kennedy”.
É evidente que Jakob Rubinstein actuou baixo ordens de alguém para matar a Oswald para que no fosse a tribunal e se descobrisse que este havia sido um boneco de trapos de alguém muito por encima. A pregunta policial surge ao instante ¿quem o quais foram os beneficiários do crime?
http://felipebotaya.espacioblog.com/post/2013/12/01/otros-datos-sobre-kennedy-kennedy-es-tema-gusta-y-no#comentarios

 
Enviar um comentário

6.11.13

Tortura 


Sócrates, surpreendentemente, lançou no mês passado um livro sobre o uso de tortura em sociedades ditas democráticas e defensoras dos direitos do homem. Aparentemente, o livro historia o fenómeno e condena-o.

Um livro com este tema e estas conclusões aparece como um objeto alienígena que surge a apontar o dedo às sociedades contentinhas consigo próprias – algumas até se dirão de esquerda – mas que têm, paulatinamente, práticas desumanas e, se não ilegais, de certeza condenáveis eticamente. Creio que este será um contributo de esquerda para a reflexão de todos sobre as sociedades que queremos e as que aceitamos ter.


Nem de propósito, encontrei hoje esta notícia: CIA obrigou médicos a torturarem suspeitos de terrorismo

Ler mais: http://visao.sapo.pt/cia-obrigou-medicos-a-torturarem-suspeitos-de-terrorismo=f755971#ixzz2jop5rU7h

Comments:
A chave da compreensão deste post acredito encontrar-se nas últimas notícias:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
No passado dia 11 de Abril do corrente ano, pelas 11H11, em entrevista na CNN, representante do Departamento de Defesa dos Estados Unidos do Norte América acusa população do extremo Sul Antárctico possuírem bombas de destruição maciça e tentativa de desenvolvimento e aplicação nuclear transformando aquela região em uma zona de desestabilização mundial e de séria ameaça terrorista contra a segurança de todos.
Acções de emergência impõem-se, acrescentou, no tempo imediato, estando mesmo previsto a imposição de regime Democrático àquela população uma vez destituído o Governo actual, por razões de segurança, por força dos Direitos Humanitários Internacionais e por razões Ambientais. Prevêem-se contingentes Humanitários armados da ONU e UNICEF em número indeterminado para cobrir as carências e segurança das populações mais atingidas pelas lutas internas em consequência dos desentendimentos últimos, registados por fontes fiáveis, motivados pelo controlo das zonas pecuárias mais férteis da região, acrescentou ainda Navi Pilla.
Fica aquela zona interditada até tempo indeterminado dada a elevada insegurança ali instalada por um terrorismo crescente que a todo o custo se tentará erradicar.
Levando em conta os elevados custos da referida Operação Humanitária, acrescentou ainda Pilla, e atendendo o carácter benigno da mesma e que a todos beneficia, será com a maior brevidade elaborada Lei Governamental a aplicar sobretaxa de 11% sobre o IRS a todos os cidadãos da Europa Comunitária e Estados Unidos de Norte América.
Acreditamos na positiva compreensão.
Fim de citação.

 
Ainda hão de invadir o Pólo Norte (o ponto geográfico, não a banda) a fim de libertarem os anões do Pai Natal!
Rod
 
Enviar um comentário

29.9.13

Impunidade 


É claro que a maior parte dos autarcas não tem culpa dos disparates das lideranças dos respetivos partidos, mas parece uma grande injustiça que o PS – o partido que pôs as Finanças nas mãos de Teixeira dos Santos, comandado por Sócrates – tenha sido um dos vencedores eleitorais de hoje. O PSD foi punido, e bem, mas o PS, não.

Crime e castigo têm de andar associados adjacentemente. A impunidade – a ausência de punição quando são cometidos erros graves pelos governantes – atrasa o desenvolvimento cívico do país.

11.9.13

O dia em que o Império tremeu 


Quando os impérios tremem os povos sofrem.

30.8.13

Teorias da conspiração 



É claro como a água que os Estados Unidos conspiram pelo domínio económico e político do mundo. Todas as guerras que impõem têm como objetivo a pilhagem dos recursos dos países em causa e a instauração de regimes dóceis, ou o seu lançamento em estado de guerra civil, para poderem manipular as fações a seu favor. Tem sido assim nas dezenas de guerras e golpes de estado que promoveram nos últimos cento e tal anos.

A Síria está na calha. Já lançaram a suspeita – recorrente e já usada no Kosovo, no Iraque, na Líbia, que me lembre – de utilização pelos regimes a derrubar, de armas proibidas, preparando a opinião pública, sempre um pouco adormecida e sempre de memória curta e muita apatia, para a intervenção armada que aí vem. Nunca lhes interessam as vidas dos povos desses países, mas sim o regime político subserviente que aí vão implantar.
Aliás, geralmente, são eles que fabricam essas armas.

O regime sírio sabe bem que um ataque químico é das poucas coisas que nunca pode fazer; não é parvo. Além de não precisar, por estar em vantagem, como dizem os analistas.
Não é de excluir que o massacre tão falado nos últimos dias seja uma encenação, como foram muitas das imagens de massacres no Kosovo. Não é de excluir que, a ter havido mortes, o ataque tenha sido lançado diretamente por um drone americano, ou por uma das fações amigas, ou pelo seu testa-de-ferro Israel.

A partir do ataque, a invasão está por dias. Há só uma démarche a fazer. É que também estas armas estão em evolução e teste. Há que enviar especialistas, integrados na comissão de verificação, para elaborarem relatórios pormenorizados dos efeitos observados e medidos, a fim de melhorar as armas químicas em eficácia mortal. Depois é só invadir.
Mais um povo mártir às mãos dos Estados Unidos.



Em presença de um sistema maquiavélico, as teorias da conspiração são as que têm maior probabilidade de verdade.

Comments:
Parabéns pela coragem de apontar o dedo à realidade dos factos com relação aos actuais crimes perpretados por quem toma a equivocada pretensão de, por divino e inescrutável decreto que ninguém conhece nem reconhece, dominar com vara de ferro o mundo já hoje excessivamente globalizado para o efeito, no sentido mais degradado e perverso.
 
Os detestados unidos da amérdica podem fazer o que quiserem pela calada e o que lhes apetecer às claras.
Se alguém se vira a eles leva também... depois queixam-se que têm as escolas cheias de bullys... que surpresa!!!
rod
 
Enviar um comentário

17.8.13

Este blogue faz hoje 10 anos. Parabéns! 



A potência hegemónica continua a matar com muita eficácia em várias partes do mundo. Mata homens mulheres e crianças, combatentes do império ou não, através de ultratecnologia, com aviões a sobrevoar o Paquistão ou outro país devassado (um dia será Portugal), telecomandados de um confortável edifício a milhares de quilómetros, numa cidade americana. Mata muito eficazmente, acicatando grupos nacionais uns contra os outros, em vários países islâmicos, e não só. Num ou noutro estádio das lutas fratricidas, esse país, ou os seus recursos económicos caem-lhes nas mãos. Lei da selva. Mantém prisioneiros sem julgamento em Guantánamo, como estado inimigo dos direitos humanos por excelência. Alguns jovens heróis têm denunciado as práticas ignóbeis que a potência utiliza, como a da recente denúncia da devassa das redes sociais pela espionagem americana (que só surpreendeu os desatentos), mas a potência, grotesca e insensível, não tem nenhum assomo de redenção e trata-os como traidores. A impunidade pelas mortandades está praticamente assegurada. São poucas as pessoas que esperam um “julgamento de Nuremberga” para os dirigentes americanos.

Por cá, a opinião pública todos os dias é enriquecida com mais uma tomada de conhecimento de mais uma sacanice económica ou financeira, através da comunicação social clássica, mas também através das redes sociais e das comunicações electrónicas. Cada vez o nosso conhecimento mais aumenta sobre a cupidez tonta dos que vivem no sonho malévolo do capitalismo sem regras, acreditando que o que o país precisa é que o povo não deixe os acionistas dos bancos sem um fluxo regular de dividendos. Nestes aspetos, estamos melhor: sabemos quem eles são e o que estão a roubar. Ficarão impunes como os outros, mas sabem que nós sabemos que são canalha reles (às vezes sabe bem uma redundância).


10 anos: Parabéns!

12.7.13

Calminha! 


Ontem fiquei muito incomodado com a pose histérica e o tom autoritário da presidente da Assembleia da República, mandando sair um grupo que interrompeu os trabalhos, ao lançar papelinhos e balões. Citou mesmo uma referência dos oprimidos, (Simone de Beauvoir) insinuando que os manifestantes equivaliam a “carrascos” da liberdade.

Para esta senhora, os deputados não podem ser distraídos das suas funções e têm o direito, para não serem incomodados, de limitar ou impedir o acesso às galerias do público. Por outro lado, o público, o cidadão, pode ser maltratado de todas as maneiras na sua vida, incluindo ser desapossado de salário e emprego, sem manifestar qualquer zumbido que incomode os senhores deputados.

Esta senhora devia ter a consciência de que tem rabos-de-palha, que a reforma que começou a auferir com poucos anos de serviço público, ainda que legalizada por uma qualquer lei perfeitamente legal, não deixa de suscitar grande repulsa, sobretudo em quem tem ou teve de trabalhar 40 anos para ter direito a uma, e bem menor, geralmente.

E devia ter consciência de que há muito tempo, ainda que o não sinta, se passou, objetivamente, para a barricada dos opressores, isto é, o grupo que tem desgovernado o país, fazendo cortes nos proventos dos oprimidos e mantendo as prebendas dos fortes.

Devia aproveitar ser tolerante, enquanto os manifestantes só lançarem papelinhos e balões. Quando, se algum dia, chegar o ”dia das surpresas” será demasiado tarde para ser tolerante.


Comments:
É aqui que faço Like?
Este ponto é muito sensível e altamente inflamatório!
O momento em que ninguém impede o avanço da populaça pela Assembleia adentro com o intuito de intersectar a fronha da presidente da Assembleia com um golpe de estado!
Rod
 
Quão longe estaremos de guilhotinarmos estes gajos tipo revolução francesa?
 
Enviar um comentário

1.7.13

O drama dos crentes 


Hoje demitiu-se o ministro das finanças, cujas práticas, que o governo seguiu, puseram os portugueses mais pobres, indignados e desesperançados. A notícia é boa?
Já foi apontada nova ministra das finanças. A notícia é boa?

Todos os ministros das finanças que o PSD apontar, quer os que ele e o PS já tiveram, estão contaminados por uma ideologia pró-sistema bancário e anticidadãos. Aprenderam todos as mesmas ideias iníquas, nas mesmas universidades veneradoras do capitalismo financeiro. Não há solução. Nem vale a pena tentar prender e julgar Teixeira dos Santos, ou este que saiu agora, Vítor Gaspar. São uns infelizes como os outros antes e depois deles.

Pode haver boa vontade e empenho esforçado, mas a ideia de base está errada. É como crer no criacionismo ­– parece funcionar bem, mas, um dia, aparece um fóssil com 200.000 anos e estraga a teoria. Mas estão tão convencidos de que os bancos criam alguma coisa, que entram em negação e prosseguem no engano que a todos prejudica, ao contrário do criacionismo que é só estúpido.

19.5.13

Desperados 



O Pentágono calcula que, entre outubro de 2010 e setembro de 2011, pelo menos 19 mil abusos sexuais entre colegas aconteceram nas forças armadas americanas.


Se é assim com as colegas, imagine-se o que fazem às pessoas dos países ocupados.

Comments:
Se as mulheres teimam em competir com os homens e sua masculinidade, ainda para mais no quadro das forças armadas missão de altíssimo risco em que é imprescindível uma enorme resistência física e emocional, em lugar de ficarem em casa para tomar conta dos seus filhos, têm de provar possuirem tomates.
 
Enviar um comentário

15.5.13

65 anos é toda a vida para a maior parte deles 

19.4.13

Cavaco silva 




Na feira do livro de Bogotá, Cavaco Silva silvou, mas nem uma referência a Saramago. O Presidente da pátria de Saramago, embaixador-mor dos interesses portugueses, optou por ignorar o único prémio Nobel da Literatura em Português. Cavaco está a sabotar Portugal.

Não surpreende. Já conhecíamos o seu caráter mesquinho, vingativo, no vergonhoso discurso de vitória, quando foi eleito. Já sabíamos que um seu secretário de Estado, em 92, censurou Saramago. Já soubéramos que preferiu não ir ao funeral de Saramago. Já percebêramos a sua incultura básica em muitos episódios penosos. Incultura da mais dramática: a arrogante e contentinha.

Está bem de ver, Cavaco não é o presidente de todos os portugueses; é-o dos seus abstrusos correligionários, perdidos nas suas trágicas ideias económicas e políticas que produziram a crise e o Estado vigente; é-o dos seus corruptos apaniguados, que só continuam á solta por terem tomado o Estado. Cavaco ganhou – os Portugueses perderam. Triste fado!


Comments:
Que tem a haver a visita de Cavaco Silva à feira do livro de Bogotá com o escritor José Saramago? Poderia ter-se simplesmente esquecido… talvez demasiado preocupado com os últimos investimentos na Bolsa de Valores; as últimas orientações não têm sido as mais favoráveis.
O problema de Saramago é o de qualificar intelectualmente o Comunismo Marxista Leninista a começar pelo facto de ser membro do Partido. É o de, logo à partida, ter de se ajustar, sempre, em toda a sua obra a todos os delineamentos doutrinários. É a de, por isso mesmo, não saber nunca ou não poder ser isento. Principalmente porque a Bolsa, que lhe tem dado algum “pezinho de meia”, é para Saramago coisa de capitalistas latifundiários e chauvinistas, com falsas pretensões liberais e claramente uma ofensiva contra os interesses e a própria ética da classe proletária internacional, uma ofensa existencial mas também um símbolo justificador de “luta dos camaradas”, um mal necessário que abona a favor do mesmo Marxismo e de sua perpetuação eterna. Ámen.
– Não! Não poderei aclamar a memória daquele que condenaria logo a minha fonte de recursos extraordinários – terá pensado – Foi uma falta de lembrança, ou… não terá sido oportuno… Não quero saber! Prontos.
 
Enviar um comentário

16.4.13

Mariquinhas 




Houve um pequeno atentado nos Estados Unidos (matou 3 pessoas e feriu cento e tal) e a comunicação social deles e a nossa – como incapaz de avaliação autónoma – entrou em paranoia. Passam-se os meses e os anos, com os Estados Unidos a matar, quase diariamente, dezenas de pessoas, quer no Afeganistão, quer no Paquistão, tão inocentes como estas, e só surge uma nota de rodapé quando faltam notícias da crise económica ou do futebol. E os cidadãos dos Estados Unidos vão fazendo a sua vidinha, ignorando conscientemente as notícias dos massacres longínquos das suas tropas, esquecendo-se que as guerras estão em curso, e que foram os seus dirigentes que as promoveram.

Sejam dignos nas pequenas derrotas, mesmo que não festejem as vitórias diárias (se considerarmos vitórias os massacres de mulheres e crianças de países subdesenvolvidos por armas ultrassofisticadas).

Se algum dia tiverem uma grande derrota – uma invasão militar estrangeira, uma explosão nuclear no seu território – levantem então o seu lamento, que cá estaremos para lhes transmitir pesar e solidariedade.


Comments:
Lo que no te cuentan sobre Siria (4): La Comisión de derechos humanos de la ONU no es independiente y promueve la guerra
Por manolox, 11 abril 2013
http://videotecaalternativa.net/lo-que-no-te-cuentan-sobre-siria-4-la-comision-de-derechos-humanos-de-la-onu-no-es-independiente-y-promueve-la-guerra

 
Enviar um comentário

9.4.13

Raid da Nato no Afeganistão mata 11 crianças 

Comments:
Poderá a um princípio parecer pouco ter a haver com o tipo de crime referido mas, vendo bem, é apenas uma outra maneira “honrosa” de bombardear a qualquer cidadão que pacificamente recorra do livre e pleno direito de expressão, para mais quando baseado em fatos verídicos e comprovados;
Dr.David Duke, de nacionalidade norteamericana, em sua estada na Alemanha confrontou-se com estas situações (é preciso lembrar que a Alemanha continua ainda hoje ocupada, já fora de prazo, pelos chamados aliados e ainda assim a sustentar financeiramente o Estado Israelita em nome de holofraudulentos supostos crimes controversos e nunca provados e apenas baseados em testemunhos tão credíveis como os próprios sionistas):
http://www.youtube.com/watch?v=zNrwzRWuVZE
Se quiserem compreender dos porquês:
http://www.youtube.com/watch?v=xKy22KsxX9k

 
Enviar um comentário

20.3.13

Em memória dum país mártir  



Faz hoje 10 anos que os criminosos no poder em Washington invadiram um país a funcionar razoavelmente bem, para a região, e desencadearam um processo de violência que já matou centenas de milhares de pessoas. O argumento – falso – era que o Iraque possuía armas de destruição maciça. Basearam-se num único testemunho, o de Rafid al-Janabi.

Este era um refugiado iraquiano na Alemanha e encontrou no embuste aos serviços secretos ocidentais a maneira de obter mais facilmente um visto de residência permanente. Estes serviços deixaram-se convencer pelo falsário e nunca tentaram obter informações sobre este refugiado, nem tentaram confirmar por outras fontes as “informações” que debitava. Deram-lhe um nome de código apropriado: Curveball.

Agora, 10 anos depois do início do desastre, sabe-se que Rafid era um ex-taxista iraquiano, classificado por quem o conhecia como “mentiroso inveterado”. A história vem toda no número 1045 da revista Visão.

É esta a superpotência que temos, uma vergonha para a espécie humana. Centenas de milhares morreram, o país foi destruído, mas ninguém foi a Conselho de Guerra, ninguém foi julgado por crimes contra a Humanidade, o país agressor não foi condenado a reconstruir o país destruído. 

Comments:
A Paz Americana substituiu a Paz Britânica, acreditou alguém; Qual é a próxima Paz que se pretende fazer substituir à Americana? A “nova” Paz Judaica mas agora com sede em Israel e com a sua Lei do Talmud que promete escravizar a todos os povos da Humanidade como para ilustrar os edificantes exemplos que já todos conhecemos dos crimes bolcheviques particularmente ao longo do reinado de Stalin, designadamente o genocídio de milhões de cidadãos só nesse período e o permanente terror imposto pelos idealizadores do regime comunista marxista leninista que foram os mesmíssimos bolcheviques, objectivo para o qual tem colaborado a Maçonaria em todo o mundo quando muitos dos seus membros, se não a maioria, ainda desconhecem a quem servem e muito menos dos verdadeiros objectivos da referida organização internacional? E que diferença faria se são já estes um Estado dentro do Estado Norte Americano particularmente desde que se apoderaram ilegítima e ilegalmente da Reserva Federal em 1913 quando têm vindo dirigindo e controlando os destinos daquele País e arrastando a Europa a partir do que se conhece como “London Connection”, aonde residem nas proximidades em suas opulentas ilhas privadas os idealizadores da Bolsa de Valores e donos da Banca de New York city?
“É esta a superpotência que temos, uma vergonha para a espécie humana”, sim, mas graças unicamente à existência de um Estado dentro do Estado Norte Americano, que é o poder Judaico Sionista. Quanto à justificação do criminoso ataque ao Iraque, é sabido que serviria qualquer outra.
Por último, depois de referir-se e muito bem dos crimes acometidos e do facto de ninguém ter comparecido em Conselho de Guerra, acrescenta-se “(…) o país agressor não foi condenado a reconstruir o país destruído.” Não me parece carecer-se aqui de comentários adicionais.
O que me parece, isso sim, é da necessidade do povo Norte-Americano, com a máxima urgência se ainda quiserem sobreviver, recuperar o seu destino enquanto Nação começando desde logo inevitavelmente pela recuperação da sua Federal Reserve que nunca deveria tornar-se privada, como acabou por acontecer no fim de um processo tão misterioso quão secreto e nunca esclarecido, com todas as consequências que só esse facto lhes trouxe em termos de perda de soberania a favor de uns quantos estrangeiros sobejamente conhecidos e que nunca foram nem serão jamais autênticos Norte-Americanos; que depois de assaltarem ao povo Norte-Americano e o destituir de sua Soberania Nacional, os escarnece e acusa dos crimes que eles próprios fizeram cometer.

 
Enviar um comentário

1.1.13

Votos de crise 


Quando a namorada o avisou que só ia ficar com ele até acabar a crise, ele percebeu que tinha encontrado uma mulher para a vida.

Comments:
I'm not sure why but this site is loading very slow for me. Is anyone else having this issue or is it a issue on my end? I'll check back later and see if the problem still
exists.

Here is my blog post ... low carb protein shake
 
Very energetic blog, I liked that bit. Will there be a part 2?


Here is my website; glutenfreie Ernährung
 
This site certainly has all the information I needed about this subject and
didn't know who to ask.

Look at my page: glutenfreie Lebensform
my site > glutenfreie Essensweiße
 
Genuinely no matter if someone doesn't be aware of then its up to other viewers that they will assist, so here it occurs.

Feel free to surf to my site wordpress tutorials
 
I always emailed this weblog post page to all my associates, since if like to read it next my contacts will too.


Have a look at my web site; einführung wordpress deutsch
 
Have you ever considered publishing an ebook or guest authoring on
other sites? I have a blog centered on the same topics you discuss and would love to have you share some
stories/information. I know my audience would value your work.
If you're even remotely interested, feel free to shoot me an email.

my homepage ... steuerberater internationales steuerrecht
 
Oh my goodness! Impressive article dude! Thank you, However I am having problems with your RSS.
I don't know the reason why I am unable to subscribe to it. Is there anyone else having identical RSS issues? Anyone who knows the answer will you kindly respond? Thanks!!

Review my web site :: Rücken
 
I do not even know how I ended up here, but I thought this post was good.
I don't know who you are but definitely you are going to a famous blogger if you are not already ;) Cheers!

my blog post; carbs in bread
 
It's actually a nice and useful piece of info. I am glad that you just shared this helpful info with us. Please keep us informed like this. Thank you for sharing.

My web site; paleo hackfleisch
 
What's up, I desire to subscribe for this web site to obtain latest updates, thus where can i do it please help out.

Feel free to visit my homepage; hq symphony beach
 
What's up to every body, it's my first go to see of this web site; this weblog carries remarkable and truly fine material in favor of readers.


Also visit my website: altersvorsorge freiberufler
 
Quem são todos este parolos?
 
Enviar um comentário

12.12.12

O fim do Mundo 


Nada como encontrar um par de Testemunhas de Jeová a anunciar o fim próximo do Mundo – cujos indícios, dizem, estão bem patentes no caos vigente – para reconhecermos, e logo ali defendermos a maravilhosa organização em que vivemos, desde o abastecimento razoavelmente fiável da maior parte dos bens essenciais, como água ou energia elétrica, até ao relativamente bom entrosamento dos vários níveis do formigueiro que nos rodeia.

Nunca pensei que pudesse vir esclarecimento das Testemunhas de Jeová e que, além disso, este passasse pela técnica da redução ao absurdo das próprias teorias. Comigo funcionou.

6.12.12

Best of... Dezembro de 2011 


Por que gostas de Arte?


A adesão à Arte faz-se muitas vezes pelo lado voyeurista do espectador, mesmo que ele não tome consciência disso. Nesta peça de temática alegórica (Despertar) dum naturalismo erudito de José Simões de Almeida (sobrinho) no Jardim da Estrela a fruição visual dum objeto sensual é óbvia.




Mas esse prazer dos sentidos pode ser obtido mesmo quando o objeto tem temática religiosa, como em muitas imagens da Virgem em que o seu rosto juvenil e inocente pode despertar anseios de enamoramento,




ou em imagens de Cristo cuja nudez indefesa no Calvário pode despertar sentimentos libidinosos em mistura sado-maso mais ou menos difusa com angústias de proteção maternal.




Comments:
Essa seria sem dúvida a perspectiva de um a-teu, sempre incapaz de se elevar por um único momento, de trancender ao mais abjecto de si mesmo ou seja, de material.
 
Enviar um comentário

26.11.12

Saldo final: acerto total 




Até 27 de janeiro, está uma exposição na Gulbenkian com a temática do mar – As Idades do Mar.

A qualidade das obras é muito boa, ainda que alguns dos artistas sejam menos conhecidos, mas conta com nomes como Turner, Courbet, Monet, Klee, de Chirico, Friedrich, Guardi, Ingres, Nolde (quadro em epígrafe).

A estrutura da exposição é adequada, ao dividir as obras por espaços temáticos, todos marítimos. Há, no entanto, que ser um pouco metódico, porque a exposição dá-nos liberdade total de saltar entre espaços, correndo-se o risco de não ver alguma obra, ao contrário dos tradicionais percursos obrigatórios utilizados pelos museus.



Uma identificação das obras, que seja operativa, valoriza muito uma exposição. Quero elogiar o acerto da implantação das legendas, o que nem sempre aconteceu em exposições anteriores, como irritadamente comentei então:


Desta vez, as legendas que identificam as obras:

- estão individualizadas (cada legenda corresponde a uma obra);

- estão implantadas junto ás obras que identificam;

- estão a altura adequada – cerca de 1,5 metros do chão;

- têm um tamanho de letra adequado;

- têm letra negra sobre fundo branco, quando o painel é branco, ou têm letra branca sobre fundo azul escuro, quando o painel é azul escuro;

- estão bem iluminadas.

Saldo final: acerto total.


18.11.12

Dali, nunca a imparcialidade 


O discurso sacana dos Estados Unidos para não condenar a força excessiva de Israel é sempre: "Israel tem o direito de se defender."

Estou certo de que, se um dia Israel estiver sujeito a uma invasão genocida como a que agora está a impor a Gaza, lá virão eles com porta-aviões, aviões furtivos, bombardeamentos intensivos e tanques para repor a iniquidade na terra palestiniana.


14.11.12

Best of... Novembro de 2011 


A maioria dos burros não resiste a uma cenoura

Será possível que, em empresas públicas com horários irregulares, as chefias, sabendo com antecedência da greve geral de hoje, tenham colocado de horário todos os trabalhadores que geram directamente o produto final?

Parece que, devido à greve prevista, a empresa prometeu ainda pagar-lhes horas extraordinárias ao preço das de um dia feriado. Apesar do gasto formidável que advém, se muitos ou todos forem trabalhar, muito satisfeita ficará por não ter dificuldades de produção. Aceitar democraticamente os efeitos da greve é que não. Além do mais, ninguém é responsabilizado por gastos exorbitantes e dificilmente justificáveis.

E terá sido isso que aconteceu. Os burros acotovelaram-se no espaço de manjedoura previsto para um terço das cavalgaduras, para assegurar o acesso à cenoura.
Como resistir quando se trata de irracionais?

Comments:

ÚNASE A LA FRATERNIDAD DE ILLUMINATI HOY Y SEA RICO PARA SIEMPRE.

EL FESTIVAL OCULTO ESTÁ DE NUEVO! Únase a la Hermandad de los Illuminati en línea hoy y obtenga su suma instantánea de 1000000 dólares de los EE.UU. con una casa gratis en cualquier lugar que usted elija para vivir en el mundo. Los nuevos miembros reciben 100000U.S dólares mensuales como salario. Tenga en cuenta que cuanto más alto vaya en la sociedad, mayor será su dinero y mejor será su vida. Hacer buen uso de esta oportunidad y tener todos sus deseos en la vida. NO HAY SACRIFICIO (S) HUMANO (S). Por favor rellene la siguiente información y envíela a través del correo electrónico que se muestra a continuación.

País_ _ _ _ _ _ _ _
Nombre completo_ _ _ _ _ _ _ _
Direccion de casa_ _ _ _ _ _ _ _
Estado._ _ _ _ _ _ _ _
Fecha de nacimiento_ _ _ _ _ _ _ _
Sexo
Ocupación______________
Teléfono
Email_ _ _ _ _ _ _ _

Únase a nosotros hoy y hacerse rico y famoso. Díganos poco acerca de usted ... Puede ponerse en contacto con nosotros con el número de móvil y la dirección de correo electrónico que se muestran a continuación.

Correo electrónico: eboilluminati363@gmail.com
WhatsApp: +2347038776921
 
Enviar um comentário

31.10.12

Best of... Outubro de 2011 


Ao deus-dará


Portugal anda ao deus-dará.

Podia enumerar dezenas, centenas, de exemplos, mas não me apetece.

Só me apetece emigrar.

Comments:
Como? Ainda não está inscrito no PCP? Tomara que muitos dos políticos do Continente tivessem feito a favor de onde nasceram tomando como exemplo esta figura que aqui surge em modo depreciativo. Porra.
 
Enviar um comentário

22.10.12

Cagões 



O cão raivoso do PS (pelo menos parece espumar pela boca quando vocifera) veio indignar-se porque alguém criticou o alto preço dos carros escolhidos pelo grupo parlamentar do PS.

– Queriam que andássemos de Clio?

Sim, queríamos. Ou de Uno ou de Lambreta. Se puseram a dívida neste nível e assinaram um acordo com a troika que obriga a grandes cortes na despesa, deviam dar o exemplo e esfregá-lo na cara do PSD. Assim, achando que andar em menos que um Audi A5 ou um Volkswagen Passat lhes faz cair os parentes ideológicos na lama, provocam asco.

É mais fácil Belmiro andar de chaveco que Assis dispensar estofos de cabedal.
Proudhon teria vergonha desta cambada.


Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail