<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

30.5.05

Uma grande família 

No sábado passado fui a um encontro de familia na região Centro. Foi o 4º encontro deste tipo, sob o pretexto de reencontrar ou levar a conhecer mutuamente os descendentes dum patriarca do séc. XIX, meu trisavô. É claro que o facto de se juntarem 4 ou 5 gerações, tendo sido as anteriores muito prolíficas, a juntar à diáspora que as parcas condições de desenvolvimento da região exigiram, levou a que, sobretudo, os mais novos andassem um bocado perdidos e até um pouco incomodados com tanta lambuzadela de beijos de «estranhos». Até os já mais entrados ficavam estupefactos: «Quem é aquela?; O quê, aquele também é da minha família?» - pensavam. As latitudes temporais e geográficas que ali se juntaram, trouxeram faces enrugadas e nomes ancestrais e inesperados como Azemoveto e carinhas pequenas com nomes mais familiares ou de ressonâncias estrangeiras
Um familiar, mais entusiasta destes intrincados puzzles genealógicos, elaborou e expôs uma árvore genealógica onde figuravam ancestrais nascidos ainda no século XVII – feitas as contas, meus heptavós – e um total de nomes a rondar o milhar, quase todos das últimas 4 gerações. Por este mapa apercebi-me que sob a protecção dum apelido comum, juntaram-se ali pessoas que, em certos casos, têm muito poucos genes comuns. Se eu tenho metade dos genes de cada progenitor e cada um deles metade dos dos meus avós, chego à conclusão que só tenho 1/16 avos dos genes daquele meu trisavô. Haveria lá familiares cuja ligação mais próxima de mim, em termos genéticos, seria sermos descendentes de irmãos, filhos desse meu trisavô. Fazendo as contas, calculei que só teria 1/512 avos de genes comuns com alguns desses meus afastados familiares, ou seja, menos de 0,2%.
Na verdade, os casamentos dentro do mesmo grupo genético, tão comum nas comunidades pequenas e isoladas, levam a que aquele valor seja, certamente, muito mais alto. E o indício mais visível é que a narigueta daquele primo afastado é igual à minha!

posted by perplexo  # 22:36

27.5.05

Best of... Maio de 2004 

A importância da democracia
A democracia tem um enorme prestígio. Todos os democratas e todos os ditadores enchem a boca com ela, cientes de que é a palavra mágica para captar o voto dos cidadãos. Tanto se reclama dela a Suécia como os Estados Unidos, como Israel. Que importância tem ela?
A democracia é um regime que dá algumas esperanças ao cidadão de poder influenciar o rumo político do seu país, porque através do voto dito livre, pode alterar o grupo partidário que está no poder, penalizando o grupo cuja gestão do país se torne problemática.
A democracia é importante para os cidadãos dum país, como os Estados Unidos. Mas, que importância tem a democracia dos Estados Unidos para os cidadãos dos outros países? Nenhuma. Estar lá o Saddam ou o Bush, que diferença faz? Na prática, um pequeno grupo (cerca de 50% dos votantes dos Estados Unidos), decide dos destinos de uma vasta maioria (os habitantes dos outros países), que não tem poder para destituir o partido que está no poder nos Estados Unidos. É uma versão ainda mais gritante que a que existia na Grécia onde o pequeno grupo dos cidadãos-homens, decidia do destino da maioria, onde se incluíam as mulheres e os escravos sem direito a voto. Uma democracia, para o grupo exterior a ela, pode ser uma ditadura da minoria. E frequentemente, igualmente mortífera. Veja-se esta contagem de civis mortos no Iraque. Pertenciam à maioria sem voto e foram vítimas dum grupo minoritário – os votantes dum país longínquo.
E estes votantes vão alterar o próximo voto? Não é seguro. Para estes votantes, está tudo bem - o regime é uma democracia e o seu partido está a tratar de arranjar gasolina barata lá longe.
De que serve aos Palestinianos que Israel seja uma democracia? Na prática das suas vidas, é um regime sanguinário, que manda no seu país, instala-se nos seus campos, mata os seus irmãos, lança mísseis sobre os dirigentes que escolhem e não podem escolher os dirigentes dessa dita democracia que manda no seu país.
Estas democracias, a nível global, subvertem completamente o conceito de democracia, que deveria ser o governo da maioria. Ainda hoje, 7 de Maio, a maioria – quase todos os países do Mundo representados na ONU – reafirmou que os Palestinianos têm direito à soberania sobre os territórios palestinianos (um pleonasmo), mas a minoria – Israel e Estados Unidos – rejeitou essa reafirmação. Mais uma vez a minoria a subjugar a vontade da maioria.
De que serve uma democracia nos Estados Unidos?

Comments:
Olá!
Agora estou em wwwlimite.blogspot.com

Aquele abração do
Semog
 
Enviar um comentário

26.5.05

Best-sellers ou best-meters? 

Às vezes espreito a lista de entradas no Sitemeter de algum blog. Às vezes fico até triste quando inesperadamente encontro totais de registos de muitas dezenas ou centenas de visitas. Ontem, no entanto, apercebi-me que as 56 visitas diárias de um certo blog eram esmagadoramente de despenhamentos pelo Google e outros motores de busca – 58 em 100. O meu blog sofreu só 30 pesquisas em 100 visitas. E enquanto o meu blog indicava 16 visitas diárias mas registando 16 blogs diferentes em 100 visitas, aquele coitado tinha 56 visitas diárias mas só 10 blogs diferentes o visitavam, em 100 visitas. Fiquei mais conformado com a medíocre procura da minha cabana.
Por outro lado, é duma grande «injustiça» que haja blogs com muitas visitas, mas completamente mortos. Encontrei um que tem 10 visitas diárias e a única coisa que tem escrita é «teste» em 30 de Julho do ano passado. Tomaram outros mortos menos virtuais, como os ocupantes do Cemitério dos Prazeres, ter tantos visitantes.

Não sei se é por «dor de cotovelo» ou por desconfiar das grandes popularidades, como quem desconfia da qualidade dos espectáculos de massas, só dou por mim a «linkar» blogs que, embora lhes encontre originalidade, genuinidade, beleza e graça inteligente, não são «linkados» por meio-mundo como são os Ab Ruptos e quejandos. Mania das minorias!

Comments:
Apoiado! Eu faço o mesmo (risos...)

E já agora, vai lá espreitar:

Um blogue sobre a Constituição europeia:

O Sítio do Também Não

Participem!

abraços
 
Enviar um comentário

25.5.05

Sincronicidade 

Há coincidências que, nada tendo a ver entre si, ganham significados de conjunto para o observador. Jung chamava a este fenómeno: sincronicidade. Vem isto a propósito dos anúncios simultâneos, pelo Governo, de aumentos de impostos e idade da reforma e pelas Nações Unidas do anúncio da escolha de Guterres para Alto-comissário para os Refugiados. As minhas sinapses juntaram as duas informações e debitaram uma única ideia: Agora, é só fazer as contas!

Comments:
Será que agora teremos uma cunha especial ao procurarmos refúgio fora daqui?
Ou foi ele que foi à procura de refúgio?
 
Enviar um comentário

23.5.05

Futebol para lá da marca de grande penalidade 

«Portugueses: Ao fim de onze anos de ocupação, a Pátria está de novo em festa. Os bravos que repuseram a soberania nacional merecem todo o nosso apreço».
O pessoal está parvo, ou quê?

Comments:
Lamento desiludir, mas sei de fonte segura que o pessoal está mesmo "QUÊ"!
 
Enviar um comentário

21.5.05

Isaltado 

Nunca tinha visto o Isaltino tão isaltado. O Marques Mendes tirou-lhe o tapete para as autárquicas e o homem não consegue suportar a ideia de deixar os munícipes de Oeiras sem a sua própria e sábia orientação. Daí que veio informar-nos que não é tão corrupto como as pessoas pensam e menos corrupto que Marques Mendes. Isto, porque o M. Mendes, corruptor activo, o assediou para meter um amigo na presidência das Águas de Portugal, e ele, um simples ministro corrupto passivo, lutou arduamente contra a avassaladora influência do corruptor e conseguiu que o «incompetente» não chegasse à Presidência e se ficasse por um simples cargo na Administração. Ora, é isto que é preciso reconhecer, esta maneira tão activa de lutar contra a corrupção. Há quem já o ache recomendável para chefiar um organismo de luta contra o flagelo corruptor. Com ele, os incompetentes não chegariam ao topo – ficariam no patamar imediatamente abaixo.
O Isaltino está isaltado, pois claro que está isaltado e tem razão para isso.

19.5.05

«Traz-me já um whisky, minha vaca!» 

Terminou há pouco tempo um braço de ferro entre os bispos de Timor-Leste e o Governo. Foi um conflito de 3 semanas em que houve manifestações contínuas, com ocupação da via pública e instabilidade governativa. Que situação tão grave era essa que «obrigou» os bispos a mobilizar a população católica com uma intensidade que parece irresponsável, num território saído de gravíssimos problemas com o seu poderoso vizinho? Seria uma exigência de maior democracia? Não, pelo contrário. O Governo queria acabar com o ensino obrigatório da religião nas escolas – como em qualquer democracia moderna onde se pretenda separar o religioso do público. Os bispos não o aceitaram. Exigiam a continuação duma antidemocrática situação de privilégio. Acabaram por negociar e trocar essa exigência pela criminalização do aborto e da prostituição.
A situação criada pelos bispos em Timor-Leste e levada a extremos que ameaçavam um regular funcionamento da sociedade num contexto tão perigoso, faz-me lembrar a anedota do papagaio malcriado que num voo comercial convenceu o macaco a também exigir privilégios à hospedeira, em termos altamente grosseiros.
- Traz-me já um whisky, minha vaca! – gritou o macaco.
A hospedeira, já farta das impertinências dos 2, pegou neles e largou-os para fora do avião. Foi então que o papagaio disse para o macaco em queda:
- Eh pá, para quem não tem asas, amandas uma «bocas» do camandro!

Comments:
Os únicos santinhos da igreja, e esses por coincidência também têm asas, são os dos postalinhos.
 
Enviar um comentário

18.5.05

O poder das imagens 

«Querendo, talvez, agradar ao rei, com muito jeito o artesão fez com que a imagem ficasse mais bonita do que o próprio rei; e o povo, encantado com a beleza do trabalho dele, passou a tratar o rei como se ele merecesse ser adorado, o mesmo homem que há pouco tinham respeitado como se fosse apenas um ser humano.»
Livro da Sabedoria 14, 19-20

17.5.05

Que se passa com os nossos tomates? 

Alguma coisa estranha e muito grave está a acontecer com a nossa agricultura. É que os tomates têm estado a preços incrivelmente altos. O que é estranho. É que, embora tenha custos, a sua grande produção permite pô-los no mercado a preços muito simpáticos, mesmo que tenha sido necessário usar estufas. Ora, hoje, vi os tomates ao preço das cerejas: - 2,99 €. Na minha cabeça, as cerejas têm preços de produção muito maiores, mesmo no «tempo delas». Há que ir lá acima, à árvore, colhê-las e manuseá-las com muito cuidado porque são frutos muito delicados. Exigem muita mão-de-obra. E o cuidado continua a ser exigido até ao consumidor. Nada que se compare com os cuidados a ter com os tomates. Estes estão até mais caros que os morangos. Isto faz algum sentido?
Está algo de estranho a acontecer na produção dos tomates e eu não sei o que é!

Comments:
Quando há poucos, os preços sobem. É a lógica de mercado, gostemos ou não.
E como esse legume é, efectivamente, uma coisa rara por cá...
Na terra e não só!!!!!
 
Enviar um comentário

16.5.05

Uma rajada de ar fresco 

O espontâneo, o genuíno, o imediato têm uma beleza que o organizado e o meditado não atingem, apesar do ar compostinho. Isto a propósito do post de 14/5/05 da Pandora onde ela explode e diz explicitamente o que lhe vai na alma. Eu acho que vale a pena ir lá ler aquele pedaço de alma magoada e ver com os próprios olhos que ainda há gente que consegue ser autêntica.
Um beijo para ela!

15.5.05

«Este é o meu corpo» 

Na missa, chega-se a um momento em que se consagra a hóstia, que segundo os católicos se transmuta em corpo de Cristo, para ser dado em comunhão. Nesse ritual, o sacerdote sustenta uma enorme hóstia que depois parte, em ritual de distribuição. Em grandes igrejas ou em cerimónias transmitidas pela televisão, o sacerdote tem agora junto de si um microfone, para se fazer ouvir. Só que o microfone também amplifica o som do partir da hóstia. Ora, se naquele momento a hóstia já é o corpo de Cristo, não será rara a criança que suporá que todos aqueles vibrantes estalidos são os ossos de Cristo a ser esmigalhados.

Comments:
Com ou sem partidelas de ossos, o grave é o que nos querem fazer crer.
Um abraço. Augusto
 
Enviar um comentário

13.5.05

O suave contentamento 

Bush já anteriormente tinha mandado fazer um «body count» que o deixara intimamente rejubilante. Mandara contar os mortos provocados por bin Laden: - ataques às embaixadas americanas, ataque às Torres Gémeas, ataques lançados no Afeganistão, no Iraque e em outros pontos do globo. A contagem apontava para não mais de 2 dezenas de milhares de vítimas. Depois mandou contar os mortos provocados por si próprio: - ataques aos Talibans, às aldeias do Afeganistão, ao Estado iraquiano, a Bagdad, Fallujah, Tikrit e a todas as cidades e aldeias iraquianas. A contagem apontou para uma vantagem sobre bin Laden de mais de cem mil mortos. Só o esmagamento de Fallujah equiparava-se em mortos a todas as acções de bin Laden. Nessa noite dormiu relaxadamente – não havia ninguém que pudesse competir com ele ao título de Maior Carniceiro Vivo.

11.5.05

Última hora 

Bush fez-se explodir na Praça Vermelha
Bush, de visita a Moscovo, tomando conhecimento que Hitler alcançara o número de 27 milhões de soviéticos mortos na II Guerra Mundial, não conseguiu suportar a comparação – ele que ainda só vai nos cento e tal mil iraquianos mortos. «Adeus, mundo cruel» - foram as suas últimas palavras!
:)

Comments:
Realmente o Bush ainda tem muito que aprender com o Hitler.
Um abraço. Augusto
 
Enviar um comentário

8.5.05

Best of... Abril de 2004 

Torres palestinianas
Os Judeus têm fama de inteligentes, mas ou é uma fama injustificada ou os que estão no Governo de Israel não são judeus. Insistem em eliminar fisicamente um a um os líderes palestinianos, como se esperassem resolver assim os seus problemas de segurança ou minorar o ódio que os Palestinianos têm por eles. É evidente que haverá sempre outro líder a tomar o lugar do anterior e que os Palestinianos continuarão a odiá-los cada vez mais. É evidente que enquanto se mantiverem a ocupar a terra dos palestinianos não terão paz nem segurança.Depois duma frouxa declaração pró-estado palestiniano por parte de Bush, logo após o 11 de Setembro, a posição americana voltou ao que sempre foi – um apoio escandaloso (por isolado e injustificável), aos procedimentos de matança dos palestinianos e ocupação dos seus territórios.A observadores mais distraídos da realidade palestiniana, poderão ter sido chocantes as manifestações de regozijo nas cidades palestinianas pela queda das torres gémeas. Seguindo a despudorada actuação americana recente, percebe-se que os Palestinianos continuem a ter razões para se regozijarem cada vez que os Americanos percam uma torre.

Comments:
Infelizmente, não é apenas lá!
 
“A Educação não tem como consequência o Desenvolvimento. Se fosse assim, Cuba seria um dos países mais desenvolvidos do Mundo, por ser um dos mais alfabetizados, e não o campo de concentração que é. A Educação faz é parte do desenvolvimento Económico”. – Quitéria Barbuda in, “Limpando o Cu à Matemática e aos Ministrpos da Educação”, Revista “Espírito”, nº2, 2005

www.riapa.pt.to
 
Israel é o baluarte americano no Médio Oriente. Outra política não se pode esperar deles, mas a culpa continua a ser da Europa pela sua posição de subalternização.
Um abraço. Augusto
 
Enviar um comentário

6.5.05

Ignomínia 

As recentes notícias duma menina que era agredida pelo pai e pela avó e mergulhada em água quente por dizer que gostava mais da madrinha, que a tratava bem, e que acabou por morrer dos maus tratos, dão vontade de não postar – guardar silêncio e meditar na abjecta condição humana, não acham?

Comments:
Hummmmmmmmm
 
Homem? ou Bicho-Homem?
 
Enviar um comentário

4.5.05

Domingo – Dia da Mãe 

Não sei por que ínvios e quiçá inconfessáveis caminhos se declarou que dia 1 de Maio é Dia da Mãe. Será para obnubilar o Dia do Trabalhador? Acredito que exista a mais lógica das explicações, bem fundamentada, claramente «decretada» por autoridade competente. Até agora, não a ouvi e estranho que ninguém tenha feito o mínimo gesto de censura e suspeita por esta proclamação arbitrária. É que na cultura do meu país – e essa sim merece respeito – o Dia da Mãe é a 8 de Dezembro. Ao menos, 8 de Dezembro é o dia católico de Nossa Senhora da Conceição e mesmo os que acham que o processo de secularização que continuamos a aprofundar aconselha a separar cada vez mais as manifestações civis da religião, devem exigir que a transferência se faça por processos claros. Que facto importante liga o dia 1 de Maio e a Mãe? Existe um gesto nobre duma mãe que ficou na História, acontecido a 1 de Maio?
Há que ter um pouco de respeito próprio e não embarcar em qualquer corso carnavalesco com que nos queiram aliciar.

Comments:
Por acaso este ano coincidiu.
O Dia da Mãe é agora uma festa móvel, comemorando-se no 1ºdomingo de Maio. Só que este ano coincidiu com o Dia do Trabalhador.
 
Obrigado, mfc, afinal havia uma justificação. Mas, já agora, quem decide em que dia se festeja o Dia da Mãe?
 
Acho quem devia decidir, à boa maneira antiga, era o Pai. Por essas e por outras é que isto está como está!
 
Já consegui entrar no blog como se vê.
Quanto ao dia da mãe a 8 de Dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, não pode ser, somos um Estado laico, que às vezes até parece que não o é.
Um abraço. Augusto
 
O dia da Mãe é sempre comemorado no primeiro domingo de Maio, mês da N. Senhora e consequentemente das Mães.

Podes "cuscar" neste link as festas móveis em Portugal e afins...

http://www.geocities.com/CapeCanaveral/4274/portug2.htm

Chuac-Quac ***
 
Enviar um comentário

3.5.05

Nós sabemos que ele sabe que merece 

Eu garanto que não sou bruxo nem trabalho para nenhuns serviços secretos, mas hoje as televisões noticiavam que Portas vai ser condecorado por Rumsfeld.
Vejam o que eu escrevi há 5 semanas: «Portas é um pró-americano, uma correia de transmissão de interesses estrangeiros. Uma das primeiras coisas que fez no Governo, foi cancelar um contrato de fornecimento de (helicópteros?) por europeus para o entregar aos americanos, invocando um atraso no fornecimento. Portas representa a voz do dono. […] Não é bem um português. É um americano com uma missão em Portugal. Perdido o Governo, vai a correr para o pé do Grande Irmão, que não deixará de ser generoso com tão desvelado defensor.»

Comments:
Era engraçado se Portas fosse condecorado pelo Kissinger.
 
um país com o Portas é um país por onde se entra e sai... pelas janelas.

;P
 
Como se dizia em tempos de antanho:
"Ou se ama Portugal ou se sai. O último a sair fecha a porta!"
 
Enviar um comentário

2.5.05

Mascarados 

Hoje o PR veio lançar uns palpites: que as Brigadas de Trânsito devem andar à paisana para melhor apanharem os infractores.
Por mim, tudo bem. Eu só quero é que no momento da abordagem o condutor disponha duma prova muito credível de que está perante polícias e não civis que dizem ser polícias! É que temo que o «agente», de tão disfarçado, não passe dum assaltante!

Comments:
com o new look dos jovens agentes de trânsito (óculos Police e brinco na orelha) eu paro quando intimado por um gajo que mais me parece um "tunner boy" com luzes strobo na viatura? É O PÁRAS!


a grande merda vai ser no tribunal. diante de um juiz de óculos Police e...brinquinho na orelha.


:P


deixo é de conduzir. que já tou cansado da guerra civil.
 
Enviar um comentário

Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail