<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

31.7.09

Best of... Julho de 2008 


Problemas de imagem

Há duas semanas, houve confrontos armados, num bairro social da periferia de Lisboa, entre um grupo que se reclama de «ciganos» e outro, identificado como «negros». A comunidade cigana, na sequência desses confrontos, abandonou as casas e o bairro, pretextando insegurança.
Algumas pessoas terão esboçado um sorriso, habituadas que estão a testemunharem situações de afrontamento de populações pacíficas, por grupos dessa comunidade, com a maior impunidade, como aconteceu em Coruche. Parece que, desta vez, experimentaram do seu próprio veneno. As pessoas mais sensatas vêem, com preocupação, este estalar de um conflito «étnico», modernice que bem dispensávamos em Portugal.

Neste processo, os «ciganos» têm estado a perder a batalha da imagem, perante o resto da população portuguesa. Exigem ser mudados para outro bairro, com a mesma arrogância com que costumam exigir uma casa. As casas, onde têm vivido, foram-lhes cedidas por rendas de 5 euros ou pouco mais, mas nem isso têm pago. Há quem nunca tenha pago, nestes 10 ou 12 anos de uso da casa, e deva 8000 euros. A Câmara tem a haver (do total dos arrendatários da Quinta da Fonte) um milhão e quatrocentos mil euros.
Um elemento «cigano» mostrava, há dias, a casa assaltada e enumerava o que lhe tinham levado: plasma, Play-station, etc. As notícias revelam carrinhas e carros novos «de 30.000 euros», estacionados num bairro onde 90% da população activa recebe o «rendimento social de inserção».

Este viver é, para muito boa gente, um viver «à grande» que os humilha. Custa-lhes pagar as prestações da casa, que foram obrigados a comprar, custa-lhes não poder comprar equipamentos das gamas que ouvem referir. E custa-lhes ouvir, ainda assim, exigências de mudança de bairro e, até, sugestões de instalação no centro das cidades, em vez do habitual «escorraçamento» para as periferias.

Tem corrido mal, para a imagem dos «ciganos» e, por generalização, para as outras pessoas que recorrem ao apoio social para a questão da habitação, este excesso de reivindicação e a exibição impúdica de bens e equipamentos pouco esperados em deserdados da vida.

posted by perplexo  # 22:07

23.7.09

Concurso de Poesia e Concurso de Contos 2009 - pub. 




É a terceira vez que o site «Ora, Vejamos...» organiza concursos literários com subsequente publicação em livro. As edições de 2007 e de 2008 correram muito bem.

Este ano a incrição é paga, mas já dá direito ao livro a publicar. Eis as regras:

• Os contos e poemas são em Português, podendo concorrer pessoas de qualquer nacionalidade ou a partir de qualquer país.
• Cada concorrente pode enviar 3 poemas ou 3 contos, respectivamente. Os poemas terão entre 14 e 80 versos e os contos terão entre 900 e 5000 palavras, cada.
• A inscrição é onerosa, servindo a quota de inscrição (15 euro) para financiar a edição dos livros dos concursos.
• O 1.º premiado receberá 50 exemplares do livro, o 2.º premiado recebe 25 e o 3.º recebe 15. Todos os restantes concorrentes recebem 1 exemplar.

16.7.09

Visita guiada 



Apesar de a Constituição proibir organizações que perfilhem ideologias fascistas, acho que deve ser dado um desconto às declarações de João Jardim, como líder de um partido de Novembro, e permitir-lhe explanar o seu conceito de sociedade, o que, à falta do Estado Novo, pode ser uma revisita muito pedagógica, por ser feita por alguém com reconhecidas provas dadas.

11.7.09

Quem determina as decisões económicas? 



Pouco depois das eleições – quando queria ter feito este post – o Governo veio dizer que não põe um euro no BPP.
Acho muito bem. O nosso dinheiro não deve ser atirado para sorvedouros privados. Como nunca devia ter sido atirado para o sorvedouro do BPN. O Estado já lá meteu 2500 milhões de euros – quantia difícil de imaginar. A serem gastos, que o sejam em investimentos públicos pertinentes.

A discrepância de atitude em relação a estes dois vazadouros faz suspeitar que houve interesses não declarados em salvar o BPN. Faz suspeitar que se cedeu a pressões de forças poderosas que estavam a ver o seu dinheirinho a volatilizar-se. Há um mês, eu tinha querido acabar assim: agora há que esperar que a comunicação social faça o seu trabalho de investigação e nos desvende quais são essas forças.
Na altura, suspeitei da Igreja. Não andei longe. Hoje soube que o terceiro maior depositante da SLN – holding do BPN – é uma irmandade de freiras de Fátima...

10.7.09

Eleição fraudulenta na AR? 



Hoje, foi eleito, como Provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa.
Na Visão de há uma semana – altura em que pensava fazer este post – indicava ele o conflito do Irão como uma das recentes más notícias, dizendo assim: «O conflito político, social e religioso decorrente das eleições presidenciais fraudulentas no Irão, que pode complicar ainda mais a paz tão desejada do Médio Oriente e agravar a recessão económica mundial».

Pela maneira como fala – classificando de fraudulentas as eleições no Irão – parece ser possuidor de informação privilegiada, que mais ninguém possui. A não ser que se esteja a limitar a ser porta-voz dos desejos ocidentais para quem, como constatamos constantemente, são fraudulentas todas as eleições cujos candidatos pró-americanos não vençam. Não sei se manifestar este alinhamento é a atitude mais prudente num, então, candidato a uma função de estado que, com certeza, deve exigir maior independência.

Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail