<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

27.6.10

Galáxia de Andrómeda preocupada com o discernimento de Madaíl 


Quando Gilberto Madaíl chegou à África do Sul, manifestou esperança de que Nossa Senhora de Fátima dê uma ajuda à selecção portuguesa de futebol.

É gente do futebol, já se sabe… Para quem ele está a apelar é nada menos que a entidade que na mitologia dele foi mãe do filho de quem fez o Universo, isto é, alguém que lida com resolução de problemas cósmicos. É certo que esse filho, por um capricho certamente multiculturalista, veio nascer no nosso minúsculo e obscuro planeta, quando dispunha de estrelas e outros corpos celestes de dimensões e centralidade universais, mas, ainda assim, é o filho do Big Boss.

O que Gilberto Madaíl está a dizer é que espera que semelhante entidade mitológica não só dê mais importância ao futebol, em detrimento do choque de galáxias, da voragem dos buracos negros e das explosões das supernovas, como decida favorecer (apadrinhar, ajudar, beneficiar) uma equipa em detrimento (prejuízo, dano, perda) de outras. Quer que ganhe, mesmo que não mereça, quer um jeitinho, seja qual for a competência dos jogadores.

Também alguns jogadores fazem o ritual da persignação, estendem os braços para o céu, alguns devem prometer isto e aquilo à divindade.

«(…) a maior aberração é a dos maus que crêem poder tornar a divindade propícia com donativos e oferendas. Esses põem a divindade no mesmo nível dos cães que, amansados com presentes, permitem que os rebanhos sejam roubados (…)».
Platão (Leis, X).

posted by perplexo  # 21:18

22.6.10

Tempo de cómicos 


Alguns católicos, mais papistas que o Papa, não estão satisfeitos com Cavaco, por este ter promulgado a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo, e andam à procura de um candidato diferente à Presidência da República. Será que querem que haja um candidato dos católicos, outro dos sportinguistas, outro dos vegetarianos, outro dos calceteiros de Rans? Parvos ou não, o certo é que Cavaco acusou o toque e evitou comparecer no funeral de Saramago, que esses católicos consideram inimigo declarado da sua mitologia.

O que é que esta postura indicia?: que estes católicos não estão interessados num presidente “de todos os portugueses”, que siga as tendências maioritárias da sociedade portuguesa. Querem um que sirva os seus interesses particulares – os duma religião, a sua; não querem um presidente da maioria – querem um que seja antidemocrático e beneficie a sua seita minoritária, com pretensões hegemónicas. Não é nada que surpreenda!

Espero que eles encontrem um candidato com essas características, para que o voto o remeta para a sacristia onde pertence.

A Igreja portuguesa, aparentemente, não tem dado seguimento a esses delírios, mas acho piada à sua megalomania. Há dias, no seguimento da tentativa de baixar o número de feriados nacionais para 6 católicos e 4 civis – que equilíbrio! –, um clérigo com responsabilidades remeteu, manhosamente sorridente, a aceitação de baixar os feriados religiosos em Portugal para o Vaticano.
Era só o que faltava – que os feriados no Estado republicano português tivessem de ter o aval dum estado estrangeiro! São uns cómicos!

17.6.10

Este Governo não é nosso 


O Governo voltou a errar onde já tinha errado profundamente. Entregou 450 milhões de euros ao BPP, depois de ter atirado mais de 9000 milhões (segundo as últimas pesquisas) para o BPN.

Estas acções de esbanjamento dos dinheiros públicos não é justificável por nenhum tipo de solidariedade (como podia, sendo entidades privadas?), nem por nenhum tipo de teoria capitalista pura e dura. É só perda irremediável e deliberada.

Presumindo que o Governo não é tão burro como este comportamento sugere, conclui-se que o faz para favorecer a oligarquia de que, provavelmente, é testa de ferro. Numa palavra: corrupção.

9.6.10

Liberdade de opinião na América 


A aposentação da veterana jornalista norte-americana Helen Thomas, que actuou durante décadas como repórter na Casa Branca para a United Press International, foi anuncida pela Hearst Corp., onde ela trabalhava como colunista de um jornal, devido a um comentário sobre Israel:

«Diga-lhes para saírem da Palestina. Lembre-se que esse povo está ocupado e é a sua terra. Não é alemã nem polaca. Deviam ir para casa – para a Polónia, a Alemanha, a América e qualquer outro lugar.»

O porta-voz da Casa Branca Robert Gibbs descreveu os comentários como «ofensivos e repreensíveis», e Obama disse que ela tomou a decisão certa.

Helen divulgou entretanto um pedido de desculpas:
«Lamento profundamente os comentários que fiz na semana passada sobre israelitas e palestinianos; eles não reflectem a minha crença profunda de que a paz apenas chegará ao Médio-Oriente quando todas as partes reconhecerem a necessidade de respeito mútuo e tolerância. Que esse dia chegue em breve.»

4.6.10

The winner takes it all 

3.6.10

Elixir da juventude 




O azulejo tem uma grande tradição no nosso país. Palácios e igrejas encontraram no azulejo uma forma barata e muito decorativa de revestir grandes superfícies. Além disso, era fácil de manter limpo e de apresentar um aspecto de novo.


Várias vezes me tenho admirado com o aspecto impecável de painéis de azulejos – que até parecem acabados de aplicar – em prédios vetustos e mesmo em ruína, como este.
Se nos abstrairmos do estado da parede em que está aplicado, alguém diria que está ali há dezenas de anos?

1.6.10

A costela da estupidez 


De vez em quando, encontram-se na Net apologias da superioridade dos judeus, argumentado que é a etnia com mais Prémios Nobel.

Eu não diria tal. Talvez tenham grande capacidade de raciocínio abstracto, mas, pelos vistos, não dominam a vida de relação, do dia-a-dia. A avaliar pela maneira como se comportam com os vizinhos em Israel, demonstram ser afectados por uma grande estupidez. Agora, atacaram um navio turco com ajuda humanitária para a (por eles) sitiada Gaza, o que lhes pode valer a ruína das poucas boas relações que tinham na zona – a da Turquia, sobretudo – além do coro de protestos mundial.

Como pode ser inteligente e sábio tentar viver num sítio guerreando permanentemente os vizinhos e maltratando, até ao desespero, as populações sob sua administração? Provavelmente, mais tarde ou mais cedo, acabarão por ser expulsos.

Eu presumo aonde se quer chegar com aquela fama de inteligentes: que são o povo escolhido por Deus, como escreveram no mito fundador. Curiosamente, quem manda em Israel, e é mais sectariamente defensor duma nação judaica, que seria herdeira da que ali viveu há dezanove séculos, é gente descendente de povos do Cáucaso – os Ashkenazis – que nada têm que ver, geneticamente, com os primitivos hebreus. Deve vir daí a estupidez!

Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail