<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

16.3.09

Banda desenhada e cantada 


Há dias, voltei, pela terceira vez, ao Museu de Etnologia – ali por cima do estádio do Belenenses – onde já não ia há uns quatro anos. O agrado não podia ser maior. A exposição de tiras pintadas por mulheres indianas tem uma beleza, uma genuinidade, que me surpreenderam. Assisti, também, um pouco emocionado, ao total de um vídeo com uma meia hora, onde se mostra o quotidiano envolvente daquelas mulheres, as suas dificuldades económicas e sociais, o seu projecto colectivo, e onde também se mostra como surgem as tiras, desde a produção caseira das cores, até à concepção das cenas, à pintura, e à apresentação cantada. Os temas sociais, onde se percebe uma crescente consciencialização da força do feminino para resolver os seus problemas e ganhar controlo sobre o corpo e a vida, têm vindo a ganhar terreno aos temas tradicionais, geralmente religiosos. Uns e outros estendem-se ao longo das tiras de mais de dois metros, verdadeiras histórias em quadradões, ora de uma ingenuidade tocante, ora de uma habilidade de traço que surpreende em populares sem preparação académica.


«A tradição de cantar histórias pintadas em longas tiras que se vão desenrolando é antiga na Índia e tem sido uma actividade eminentemente masculina, desempenhada pela comunidade dos Patua. Recentemente, um grupo de mulheres de Naya, uma aldeia perto de Calcutá, retomou esta prática, tendo constituído uma associação de pintoras. Muitos dos seus membros estão representados nesta exposição. Esforçam-se por encontrar novos mercados para vender o seu trabalho em feiras de artesanato e junto das famílias de classe média de Calcutá. Para além deste canto feito em itinerância, elas aumentam o seu rendimento mediante a venda a particulares, mas também a patrocinadores estatais de campanhas a favor da alfabetização da população adulta, das regalias sociais e da saúde pública.»

posted by perplexo  # 11:16

Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail