<$BlogRSDUrl$>
Universos Assimétricos

Uma História de Agressão

23.10.09

Olha a novidade! 


Saramago disse que o deus da Bíblia é vingativo, cruel, rancoroso, má pessoa.
Olha a novidade! Há mais de 30 anos que eu digo isso, desde que li o Pentateuco, essas irrisórias 200 páginas. E mais: mesquinho, parcial, sobranceiro, volúvel, cheio de todos os defeitos humanos. Pudera, é um deus idealizado por pastores. Não se esperava que tivessem concebido um deus provido de subtilezas diplomáticas.

Os vários estratos de ignorantes mostram-se muito chocados, porque nunca leram essas primeiras 200 páginas da Bíblia, e não sabem que o deus que lá está escarrapachado é tal e qual como diz Saramago. Os estúpidos vão mais longe e querem ostracizar o escritor. A estupidez sempre foi auto-demonstrativa.

Eu acho que já era tempo de que os que sentem necessidade de imaginar uma entidade toda-poderosa, a quem possam apelar para os beneficiar em relação aos seus semelhantes, criem um deus português, de brandos costumes, pronto a aceitar uma cunha, a fazer um jeitinho, a fechar os olhos a uma pequena sacanice. Nada daquela violência bombardeadora de cidades. Temos bons e suaves criadores, não precisamos de importar produto hardcore estrangeiro.

O problema é que as pessoas querem (precisam de) acreditar que há deuses e que a Bíblia fala de deuses realmente existentes. E fazem finca-pé de que o que lá está escrito responde a todas as questões que se põem ao Homem. Nos retardados Estados Unidos, há legiões de cretinos a querer impor a tese da Criação exposta na Bíblia, tentando calar o ensino do Evolucionismo. E algumas seitas tentam encontrar em cada passo do dito texto previsões para o futuro.

Há tempos fui sujeito a um vídeo penoso que tentava provar que a Bíblia estava repleta de relatos científicos onde, por exemplo, no relato de Jonas e da baleia, se fala já de submarinos e montanhas submarinas. E outros exemplos fatigantes. Senti-me então compelido a descrever o que é a ciência exposta na Bíblia. E relatei o método genético usado por Jacob, ao negociar a divisão dos rebanhos com o sogro.
Como ele ficaria com os borregos que nascessem malhados, e o sogro com os de uma só cor, espetou, junto aos bebedouros do gado, umas varas verdes a que retirou espirais de casca, para que as ovelhas, ao serem emprenhadas a olhar para as varas de duas cores, concebessem borregos malhados. É esta a explicação genética na Bíblia, uma explicação concebida por pastores. E as outras explicações são, compreensivelmente, também condizentes com o modo de vida dos que geraram as tradições orais fundadoras.

Fizeram o melhor que imaginaram. Mas não são culpados de que os remotos descendentes sejam tão limitados e acreditem que lá porque antigos pastores falaram de deuses, estes existam na realidade.

posted by perplexo  # 02:17

Comments:
Cinco estrelas para este texto, se sobre divindades se pode falar em estrelas e não apenas no fruto de uma árduo dia de trabalho.
Mas, merecedor de seis estrelas, senão mesmo de toda uma galáxia, é o terceiro parágrafo!
Parabéns!
 
A estupidez sempre foi auto-demonstrativa. - Esta frase está linda:) dava para pôr em tshirts:) mto bom - mto aguerrido!força!
 
Pretenderá figurar a astúcia? e a Espiral como símbolo?
 
Deixas-me perplexo, perplexo.
Quero apenas lembrar que a Bíblia se encontra geralmente disponível na sua tradução ecuménica à qual se dá o nome de Vulgata, traduzida hoje para quase todas as línguas, sendo logo as primeiras o Grego e o Latim, julgo que em meados do século IV.
O antigo testamento que aqui se refere consiste dos cinco livros sagrados de Moisés, recebidos no Monte Sinai por revelação divina e por isso a eles se referem de Pentateuco. O Pentateuco é a escritura sagrada dos hebreus e para os hebreus enquanto povo elegido de Jehovah (Ele lá sabe porquê). Foi a esse povo que terá sido legada a chave interpretativa desses textos através de Moisés. A essa chave se dá o nome de Cabalah (tradição oral). Aliás existem várias Cabalah, a Numeral, Lumínica e Acústica.
Em suma, o Pentateuco trata-se de uma obra em código, escrita cifrada que requer da posse de uma Chave e de sua correcta aplicação, obviamente referida à língua sagrada hebraica na qual originalmente foi escrita (codificada).
Essencialmente trata-se de um tratado de Cosmogénese, que entre outras permite configurar todos os tipos de ciências humanamente possíveis… talvez como sinal da vigência do Pacto.
Portanto, dizer que o antigo testamento não faz sentido, só porque se o não entende, é apenas menosprezar, banalizar, uma das obras mais expressivas que viram a luz do Mundo…

Vosso!…
 
Enviar um comentário

Archives

links to this post

Agosto 2003   Setembro 2003   Outubro 2003   Novembro 2003   Dezembro 2003   Janeiro 2004   Fevereiro 2004   Março 2004   Abril 2004   Maio 2004   Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Junho 2010   Julho 2010   Agosto 2010   Setembro 2010   Outubro 2010   Novembro 2010   Dezembro 2010   Janeiro 2011   Fevereiro 2011   Março 2011   Abril 2011   Maio 2011   Junho 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Setembro 2011   Outubro 2011   Novembro 2011   Dezembro 2011   Janeiro 2012   Fevereiro 2012   Março 2012   Abril 2012   Maio 2012   Julho 2012   Agosto 2012   Setembro 2012   Outubro 2012   Novembro 2012   Dezembro 2012   Janeiro 2013   Março 2013   Abril 2013   Maio 2013   Julho 2013   Agosto 2013   Setembro 2013   Novembro 2013   Janeiro 2014   Março 2014   Maio 2014   Julho 2014   Agosto 2014   Janeiro 2015   Fevereiro 2015   Maio 2015   Junho 2015   Setembro 2015   Outubro 2015   Dezembro 2015   Abril 2016   Julho 2016   Setembro 2016   Novembro 2016  

Perdidos no Hiper-Espaço:

Em quarentena (Vírus linka-deslinka):

Desembarcados num Mundo Hospitaleiro:

Pára-arranca:

Sinais de Rádio do Espaço Cósmico:

Tele-transportes:

Exposição Temporária:


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Mail